Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Beber café ajuda a viver mais, dizem cientistas


Aqui está mais uma razão para continuar a apreciar uma xícara de café por dia: os pesquisadores analisaram as pessoas com o hábito diário de consumir a bebida e dizem que elas vivem mais. Os dois estudos foram publicados nesta segunda-feira (10) na revista científica “Annals of Internal Medicine”.

O primeiro deles descobriu que os consumidores da bebida, em comparação com os não-consumidores, têm um menor risco de morte. Os dados são de 10 países europeus e incluem 520 mil homens e mulheres, uma das maiores amostras para uma pesquisa já feita em relação ao café.

O artigo é de autoria de pesquisadores da Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer do Imperial College London, com informações do Grupo Europeu de Investigação para o Câncer e a Nutrição (EPIC).

A outra pesquisa atribui um maior consumo de café a um menor risco de morte em diferentes etnias. De acordo com os cientistas da Universidade do Sul da Califórnia, a análise por cor de pele é importante porque cada raça tem um estilo de vida diferente. 

O estudo multiétnico acompanhou mais de 185 mil pessoas durante 16 anos, em média. Estão no artigo a análise sobre o consumo de café de afro-americanos, nativos americanos e do Havaí, japoneses, latinos e brancos.

A conclusão deste segundo artigo é a seguinte: pessoas que consomem uma xícara de café por dia são 12% menos propensas a morrer do que quem não bebe. Essa associação foi ainda mais forte para quem bebe de duas a três xícaras por dia: 18% reduziram a chance de morte.

Outro ponto é que o benefício de uma vida mais longa pode ocorrer também para quem bebe café descafeinado: não é a cafeína o componente-chave, de acordo com Veronica W. Setiawan, autora principal do estudo multiétnico.

"Não podemos dizer que o café te deixará ficar mais velho, mas vemos uma associação", disse Setiawan. "Se você gosta de tomar café, beba! Se você não é um bebedor de café, então pode considerar começar a tomar", completou.

O café é uma das mais importantes bebidas do mundo: cerca de 75% dos adultos dos Estados Unidos são consumidores e 50% dizem beber diariamente. Antes desses dois estudos, a bebida já era associada a um menor risco de morrer por doenças do coração, câncer, infarto, diabetes, doenças respiratórias e renais.

Fonte: G1

Novas regras da reforma trabalhista vão valer para contratos em vigor

(120713) -- BRASILIA, julio 13, 2017 (Xinhua) -- Imagen cedida por la Presidencia de Brasil, del presidente brasileño Michel Temer (i), saludando al presidente del Tribunal Superior del Trabajo, Ives Gandra (d), durante la ceremonia de firma de la Ley de Modernización del Trabajo, en Brasilia, capital de Brasil, el 13 de julio de 2017. De acuerdo con información de la prensa local, Michel Temer firmó el jueves la reforma laboral aprobada el martes por el senado y que entrará en vigencia en 120 días. La reforma propuesta por el gobierno de Temer permite que prevalezcan acuerdos entre empresas y empleados por encima de la legislación vigente, el trabajo intermitente, el fraccionamiento de las vacaciones, y otras modificaciones. (Xinhua/Beto Barata/Presidencia de Brasil) (fnc) (ce)
As novas leis trabalhistas aprovadas em projeto sancionado nesta quinta-feira (13) pelo presidente Michel Temer, passam a valer para todos os contratos de trabalho, inclusive os que já estão em vigor, dentro de 120 dias.

A afirmação foi feita pelo ministro do Trabalho e Emprego, Ronaldo Nogueira.

"As relações de trabalho do Brasil estarão sob o efeito dessa legislação", disse. "Todas as relações de trabalho que estão formalizadas mediante contrato estão sujeitas à nova legislação", acrescentou.

Folha de S.Paulo