Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sábado, 22 de julho de 2017

Após aumento, litro da gasolina já é encontrado por R$ 4,29 no Interior do Ceará

Na cidade de Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará, o litro da gasolina comum aumentou em média R$ 0,34, passando de R$ 3,85 para R$ 4,19, na manhã deste sábado (22) ( Foto: Honório Barbosa )


Após o governo anunciar o aumento das alíquotas de PIS/Cofins sobre combustíveis nesta semana, alguns postos de Fortaleza passaram a praticar preços mais caros ainda nesta sexta-feira (21), com o litro da gasolina chegando a R$ 4,09 em estabelecimentos da Capital. No Interior do Estado, os postos seguiram o mesmo caminho e já estão cobrando até R$ 4,29 pelo litro da gasolina neste sábado (22), segundo apurou o Diário do Nordeste.

Na cidade de Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba, por exemplo, o reajuste já foi levado às bombas dos quatro postos de combustíveis instalados, com preços semelhantes em três deles (R$ 4,29) e uma pequena diferença em outro, que se manteve em R$ 4,09. Antes do reajuste, os estabelecimentos cobravam R$ 3,99 pela gasolina.

Para o funcionário público Max Mapurunga, “certamente o posto que ainda cobra um pouco mais barato, não reajustou o valor, mas deve fazer isso em breve. O combustível, no caso o diesel, é componente de preço de qualquer produto e, como utilizamos muito mais o transporte terrestre, isso faz com que esses preços aumentem, e ninguém gosta de aumento”, disse.

Na cidade de Sobral, em um posto do Centro da cidade, a gasolina saltou de R$ 3,83, para R$ 4,19. Em mais dois estabelecimentos localizados no entorno da região, os valores também foram alterados com uma média de R$ 0,42 e R$ 0,40. Tarcísio da Costa, que é professor, não se disse surpreso, já que o reajuste colocado nas bombas era uma questão de tempo, após a alta, anunciada pelo governo. “Moro na periferia da cidade e, apesar de Sobral ser relativamente pequena, vai ficar mais complicado ter que me deslocar, com a esposa, para o trabalho, também tendo que deixar os filhos na escola, com esse valor da gasolina”, lamentou.

Em Itapipoca, também no Norte do Estado, dos 11 postos de combustíveis instalados na cidade, pelo menos até às 16h desse sábado, apenas um ainda não havia liberado o reajuste nas bombas, mantendo o mesmo valor de R$ 3,89. Em outros, com o novo preço, a média ficou entre R$ 4,26 e R$ 4,27.

Centro-Sul

Na cidade de Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará, o litro da gasolina comum aumentou em média R$ 0,34, passando de R$ 3,85 para R$ 4,19, na manhã deste sábado. “Foi um susto”, disse o comerciário Luís Freitas. “Não esperava um aumento desse tamanho”, completou. Os consumidores foram surpreendidos e até os frentistas que chegaram para trabalhar no turno da tarde também se mostraram surpresos.

Ainda em Iguatu, o litro da gasolina aditivada saltou para R$ 4,29, em média. O diesel S 500, por sua vez, subiu para R$ 3,49, enquanto o S 10 chegou a R$ 3,59. “Isso é um absurdo e com certeza o preço de outros produtos vai subir também”, disse o lojista Fernando Lopes. A expectativa dos frentistas e de gerentes de postos de combustíveis é de queda na comercialização dos combustíveis.

“As vendas vão cair porque os consumidores vão abastecer menos com um preço alto desse jeito”, disse o professor público da rede estadual, Marcos Ribeiro. Na manhã deste sábado, quem chegou para abastecer já sentiu o impacto do aumento. “Abasteci vinte reais, na moto, mas vou ter de andar menos”, disse o mecânico Paulo Lopes.

Preços menores no Cariri

Apesar de também já terem repassado o reajuste para as bombas, os postos de Crato e Juazeiro do Norte continuam praticando um dos menores valores do Estado. Na sexta-feira, antes do reajuste no preço, o litro da gasolina estava sendo comercializada por R$ 3,37, em um posto de combustível da Avenida Paulo Maia. Neste sábado, os valor saltou para R$ 3,75.

“Tivemos que repassar ao consumidor o aumento nos impostos”, pontuou Francisco Bezerra, proprietário do estabelecimento. O valor do litro da gasolina aditivada também aumentou para R$ 3,82. Em um tanque com 50 litros, a diferença é de quase R$ 20.

Em Crato, os preços são semelhantes. Em dois postos da cidade o litro está sendo vendido por R$ 3,749 e R$ 3,75. No entanto, há estabelecimentos, nos dois maiores municípios do Cariri, em que o litro da gasolina ultrapassa a marca dos R$ 4. “Pesquisar. Essa é a palavra de ordem”, adverte o taxista Adalberto Oliveira Custódio, conhecido como Seu Beto. 


Fonte Diário do Nordeste

Ex-marido de Luiza Brunet dispara contra Lei Maria da Penha: “Leizinha vagabunda!”


Condenado pelo crime de lesão corporal contra Luiza Brunet, o empresário Lírio Parisotto, ex-marido da modelo e atriz, criticou a Lei Maria da Penha, durante um encontro com dois deputados federais em um restaurante de São Paulo. “Leizinha vagabunda é essa tal da Maria da Penha. Vocês tinham de revogá-la”, disse o empresário, depois de elogiar a reforma trabalhista e garantir que apoia as duras medidas propostas pelo governo. A informação é da Revista Veja.

A declaração de Parisotto vem pouco menos de dois meses depois de ele ser condenado pela Justiça de São Paulo a cumprir prisão em regime aberto por dois anos e um ano de prestação de serviço à comunidade pelo crime de lesão corporal conta a ex-mulher. A decisão é da juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcanti, com base no artigo 129 do Código Penal. Parisotto foi acusado de agredir a atriz em 21 de maio do ano passado, em Nova York (EUA), após uma discussão. Brunet tornou o caso público em julho do mesmo ano.

Após a decisão, Luiza Brunet escreveu um post em que se disse realizada pelo funcionamento da justiça. “Difícil dizer o que sinto. Mas é um dia que me deixa realizada, com o coração pacificado e uma sensação de ter ido no caminho certo. 
Não foi fácil me expor e conviver com as marcas dessa violência. Mas há algo maior. Este dia dia não é só meu – que atravessei esse doloroso caminho pessoal até aqui e precisei romper tantos medos. É um momento muito maior pelo que significa para tantas mulheres na mesma condição. Não existe aqui a Luiza. Existem mulheres. 
Existe a minha imensa felicidade pelo funcionamento da justiça. Dessa incrível Lei Maria da Penha. Não se calem mulheres. Vamos mudar essa situação. Não acaba aqui. Vocês me inspiraram sempre com seu apoio e sua força. E o que tenho a dizer se resume a uma palavra: gratidão. #CoragemPraMudar #NãoSeCale #UnidasSempre #Gratidão”, escreveu a modelo.//////////////http://varelanoticias.com.br/