Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 25 de julho de 2017

Fraudes e problemas no trânsito tornam o Ceará líder em pedido de seguro Dpvat, diz delegada


Fraudes, problemas no trânsito, falta de fiscalização e grande número de imprudentes, principalmente entre os motociclistas, fazem do Ceará o estado "campeão" no número de pedido de seguro Dpvat, dado a pessoas acidentadas, de acordo com a policial Cândida Brunn, da Delegacia de Acidentes de Trânsito.

Em 2017, a delegacia abriu 40 inquéritos para investigar suspeitos de fraudes, "atravessadores" que estimulam pessoas acidentadas a alegarem quedas de motocicleta para ter acesso ao seguro. "B.o. de Dvpat, nós estamos agora com sete meses, quatro mil b.o., só de dpvat. A Fraude é um crime, estelionato, 171, vai responder perante a lei, pode ser presa", alerta a delegada.

Em relação aos acidentes, segundo o médico que atende requerentes do seguro José Leite, ocorre principalmente pela falta de fiscalização. "Principalmente no interior do estado, tem pouca ou nenhuma fiscalização e aí é comum andar o pai, a mãe o filho, cinco pessoas numa moto sem capacete."

Líder nos pedidos de seguro

O Ceará lidera o ranking de indenizações por invalidez permanente no Nordeste, com 34.524. O número é quase o dobro de Pernambuco, o segundo colocado, que registrou 17.780 indenizações do invalidez pagas no período. O estado aparece em segundo lugar no número de indenizações por morte e reembolso de despesas médicas e hospitalares, 1752 e 1.767, respectivamente.

De acordo com a seguradora Líder, a queda na quantidade de indenizações está ligada ao combate a fraudes e ações de prevenção de acidentes no trânsito, como a Lei Seca, radares, uso do cinto de segurança e elevação do valor das multas. Devido aos menores pagamentos, o DPVAT ficou mais barato em 2017.

Indenizações

O valor de indenizações não mudou em relação a 2016. Ela é de R$ 13.500 por morte, de até R$ 13.500 por invalidez permanente e de até R$ 2.700 para despesas médicas.

Vítimas e seus herdeiros (no caso de morte) têm um prazo de três anos após o acidente para dar entrada no seguro. Informações de como receber o DPVAT podem ser obtidas pelo telefone 0800-022-1204.

Fonte: G1

Líder hindu pede que cerveja Brahma mude de nome


O líder hindu Rajan Zed pediu que a AB InBev reconsiderasse o nome de uma marca icônica para os brasileiros, a cerveja Brahma.
Brahma é o nome do deus criador do universo no hinduísmo, mas também é o nome da marca brasileira desde quando a cervejaria foi criada, em 1888, no Rio de Janeiro.
"O caráter sagrado de Brahma não fica bem em propagandas de cerveja. Símbolos de qualquer fé, maior ou menor, não devem ser desrespeitados", afirma o religioso, que é presidente da Sociedade Universal do Hinduísmo, e diz falar em nome de vários hindus que se sentem ofendidos pelo nome.
Fonte: Folha de S.Paulo