Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Otimista, Marcelo Rezende fala sobre voltar a trabalhar no 2º semestre


Em tratamento contra um câncer no pâncreas e no fígado, o caso de Marcelo Rezende tem deixado fãs preocupados por conta das muitas notícias que ganham as redes sociais a respeito do jornalista.

Para acalmar o público que o acompanha, Rezende grava vídeos e manda mensagens em seu Instagram com frequência. Na última delas, publicada na madrugada desta quarta (12), o apresentador da Record falou, otimista, sobre o seu retorno à TV.

"Tantas vezes me mataram, tantas vezes eu morri, mas eu estou aqui, ressuscitado", começou o jornalista, com um trecho de uma música cantada por Mercedes Sosa.

E continuou: "Já ouvi falar de tudo ao respeito, desde que estava no bico do corvo até que eu tinha sido internado com rapidez. Tudo mentira", conta.

"Eu estou ótimo, me recuperando, você está vendo cada dia e eu tenho uma certeza: essa vitória pertence a glória de Deus! ... Se bobear, já nesse segundo semestre eu vou estar trabalhando", diz Rezende, otimista.

Ex-marido mata grávida com faca e é flagrado com roupa suja

Aline Mazurek (Foto: Facebook/Reprodução)
Aline Mazurek

Uma mulher de 26 anos morreu depois de ser esfaqueada pelo ex-marido, na última segunda-feira (10) na cidade de Alta Floresta, no Mato Grosso. De acordo com a Polícia Militar e a Polícia Civil, Emerson Diego Pestana da Silva, de 25 anos, confessou em depoimento que matou a ex por ciúmes. A vítima, identificada como Aline Mazurek, estava grávida de cinco meses.
Segundo a Polícia Civil, Emerson já foi denunciado por ameaças contra Aline outras vezes. A vítima tinha conseguido uma medida protetiva contra o ex-marido há pouco mais de uma semana.
O crime foi denunciado por uma pessoa que chamou a polícia depois que viu Emerson com as mãos e roupas sujas de sangue. O ex-marido, que trabalha como pintor, confessou para essa testemunha que tinha acabado de esfaquear a ex-mulher dele. 

Emerson Diego Pestana da Silva foi preso ainda com as roupas sujas de sangue (Foto: Notícia Exata)
Emerson Diego Pestana da Silva foi preso ainda com as roupas sujas de sangue

De acordo com as informações que a polícia recebeu, Emerson e Aline tinham um relacionamento desde que eram mais novos, inclusive tiveram uma filha, atualmente com cinco anos. Os dois, porém, tinham uma relação conturbada, mas estavam separados. A polícia, no entanto, não soube informar á quanto tempo o casal havia rompido.
Em depoimento, Emerson confessou o crime. O pintor relatou que foi até a casa de Aline para discutir o relacionamento, mesmo após o término do casal. De acordo com a Polícia Civil, Aline estava grávida de Emerson.
Ele, no entanto, teria ficado com ciúmes depois que uma pessoa contou a ele que Aline teria saído na noite anterior e se relacionado com outro homem.
Emerson contou que discutiu com Aline, que ameaçou chamar a polícia ao vê-lo exaltado. O ex-marido, então, pegou uma faca na cozinha e golpeou a vítima no pescoço. Aline foi encontrada esfaqueada em casa e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros até o Hospital Regional de Alta Floresta, onde morreu.
A Polícia Civil informou que o ex-marido vai responder por feminicídio. Uma perícia deve apontar de quantos meses a vítima estava grávida e se Emerson também poderá responder pela morte do bebê