Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Lei Seca: multa por embriaguez custará quase R$ 3 mil a partir de 1º de novembro


Quem for pego pela Operação Lei Seca dirigindo alcoolizado ou se recusar a fazer o teste do bafômetro, a partir do dia 1º de novembro, pagará uma multa muito superior ao valor cobrado atualmente, que é de R$ 1.915. Devido a  mudanças na legislação de trânsito, o valor subirá para R$ 2.934,70 e o motorista ainda terá a carteira de habilitação suspensa pelo prazo de 12 meses.
motorista que falar ao celular enquanto dirige também será penalizado com mais rigor: de infração média (multa de R$ 85,13) para gravíssima (R$ 191,54). E quem estacionar indevidamente em vaga de idoso ou deficiente perderá sete pontos na carteira.
De acordo com o coordenador da Lei Seca, tenente-coronel da Polícia Militar, Marco Andrade, para que o trânsito seja humanizado, é necessário a contribuição de todos. Existe o esforço legal de tentar inibir as transgressões através das penalizações. A multa é para chamar a atenção. “O grande objetivo é a reeducação, não temos prazer em multar”, explicou.
Segundo o coronel, "quando começamos, há sete anos, 20% dos motoristas eram flagrados sob efeito do álcool. Hoje, este número caiu para 7%. Da mesma forma, esperamos um amadurecimento com relação ao uso do cinto de segurança no banco de trás, com a não utilização do celular ao volante e o respeito às regras de velocidade. Precisamos que a sociedade compre essa ideia", afirmou.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o quarto país do mundo com o maior número de mortes em acidentes de trânsito por ano. O País tenta cumprir uma meta estipulada pela Organização das Nações Unidas (ONU): uma redução em 50%, no período 2011-2020, de casos fatais em acidentes viários.
Fonte: Diário do Nordeste

Colisão entre ônibus escolar e caminhão deixa 29 feridos no interior do Ceará

Vinte e nove pessoas ficaram feridas em uma colisão entre um ônibus escolar e um caminhão carregado na cidade de Granja, na Zona Norte do Ceará, na manhã desta quinta-feira (13). O ônibus de transporte escolar era utilizado para a condução de romeiros no momento do acidente e 28 pessoas tiveram ferimentos leves e moderados. O motorista do caminhão também se feriu.

Os feridos foram levados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Granja e à Santa Casa da cidade de Sobral. De acordo com as unidades, nenhuma pessoa corre risco de morrer em consequência do acidente.
A colisão ocorreu por volta das 11h desta quinta na CE-364, no distrito de Campanário, em Granja. A Polícia Rodoviária Estadual do Ceará (PRE) afirmou que o motorista do ônibus tentou se desviar de um carro, invadiu a contramão e bateu de frente com o caminhão.

O motorista do caminhão, Diego Rodrigues Machado, chegou a ficar preso às ferragens por cerca de uma hora e foi resgatado em uma operação do Corpo de Bombeiros e policiais. Ele foi atendido inicialmente no Hospital Municipal de Granja e em seguida levado à Santa Casa de Sobral.

Em Sobral, ele foi submetido a uma cirurgia simples e já recebeu alta.


Fonte: G1