Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Polícia tenta identificar casal que assassinou comerciante português durante assalto no Montese


pORTUGUÊS MORTO NO mONTESE
Nuno Portugal Torres, 39, morava há cinco anos em Fortaleza
VEJA O VÍDEO DO MOMENTO DO ASSALTO:
A Polícia Civil  retoma hoje (18) as investigações sobre o assassinato de um comerciante português, em Fortaleza. O crime ocorreu na tarde de ontem (18), quando um casal assaltou a loja de informática e joias da vítima no Montese, mesmo bairro onde, na última sexta-feira (14), um oficial da PM também foi morto por assaltantes.
O português Nuno Antônio Portugal Torres, 39 anos, casado com uma cearense e pai de uma criança, morava no Ceará há cerca de cinco anos. Ele residia com os sogros numa casa na Rua Eusébio de Queirós, no Montese, onde também instalou uma loja de artigos de informática, jogos eletrônicos e joias. Vendia também relógios importados.
Segundo a Polícia, um casal teria entrado em contato com Nuno, através das redes sociais, se dizendo interessado nos relógios importados. Ontem à tarde, os supostos clientes apareceram na loja e foram atendidos diretamente pelo português.
Filmado
As imagens gravadas pelas câmeras do estabelecimento gravaram o momento em que o casal entra na loja e passa a ser atendido. Nuno está mostrando um dos relógios importado ao casal quando, de repente, o homem saca uma arma. Rapidamente, o português trava uma luta corporal com o assaltante tentando desarmá-lo.  Dois funcionários dele também entram na luta mas logo desiste, pois um deles recebe um tiro no pé.
Em seguida, o bandido dispara mais tiros e mata o comerciante. A mulher tenta fugir, mas dá meia volta e apanha o relógio importado. Em seguida, o casal desaparece.
O caso deverá ser investigado pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), visto tratar-se de um caso de latrocínio (roubo seguido de morte). A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)  está colaborando nas diligências.////blogdofernandoribeiro.com.br

Briga entre facções rivais no presídio de RO tem 8 presos mortos


Oito presos morreram asfixiados por fumaça na Penitenciária Estadual Ênio dos Santos Pinheiro em, Porto Velho, durante a madrugada desta segunda-feira (17). A Polícia Civil confirmou as mortes e disse que a motivação foi uma briga entre grupos rivais. Dois feridos foram encaminhados ao hospital.
O secretário de Justiça, Marcos Rocha, disse que a briga foi causada por um outro confronto entre facções que ocorreu em Boa Vista (RR), no domingo (16), onde 10 detentos morreram na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo. Rocha não quis revelar quais são as facções envolvidas.
Familiares aguardam informações em frente à penitenciária. A polícia fará a contagem dos presos ainda nesta segunda para verificar o número de mortos.
O diretor do presídio, Jobson Bandeira, relatou sobre a situação. "Nós conseguimos chegar ao local agora, conseguimos fazer a movimentação dos apenados e chegamos até a cela. A confusão começou na madrugada, as duas facções começaram a brigar e tocaram fogo na frente dessa cela, onde vieram a óbito oito apenados. Eles morreram asfixiados. Eles não chegaram até os apenados, foi por causa da fumaça dos colchões que eles tocaram fogo e acabou vindo a óbito os oito da mesma cela. (...) Os dois feridos em estado grave já estão no hospital."
O nome dos presos mortos no conflito foram divulgados. A esposa de uma das vítimas, ao saber da morte do marido, desmaiou e foi socorrida por outras mulheres que se encontram no local.
A entrada que dá acesso à penitenciária foi interditada pela polícia. Equipes do Instituto Médico Legal (IML) estão na unidade para a realização da perícia e remoção dos corpos.
O caso

A briga teria sido motivada por um confronto registrado na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo no domingo (16), em Boa Vista (RR), na qual 10 detentos ficaram mortos e pelo menos 100 familiares foram feitos reféns.

Fonte: G1

Após vigília, manifestantes deixam frente da casa de Lula

O clima é de tranquilidade em frente à residência do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, na manhã desta segunda-feira (17), em São Bernardo do Campo. Durante a madrugada, uma manifestação que teria sido liderada por sindicalistas ocorreu no local em defesa do petista e, de acordo com informações, chegou a reunir cerca de 100 pessoas.

O evento aconteceu após a divulgação de um boato na internet de que Lula será preso "a qualquer momento".

A mobilização foi feita em uma página do Facebook. Os mais de 2.500 usuários que manifestaram interesse no evento não compareceram à vigília.

Apoiadores do ex-presidente levaram balões brancos e bandeiras do PT e acenderam velas. Os manifestantes chegaram à casa de Lula de madrugada, mas por volta das 7 horas já haviam se dispersado. Restaram apenas jornalistas e algumas bexigas brancas penduradas no portão do prédio de Lula e nos arredores.

A assessoria de imprensa de Lula não soube dizer se ele estava em casa durante a manifestação.

Rumores

O "Blog da Cidadania" publicou um texto na sexta-feira (14) afirmando que, segundo uma "fonte segura", o ex-presidente poderia ser preso até mesmo nesta segunda (17). A informação causou alvoroço nas redes sociais.

Lava Jato

Lula é réu em três ações da Operação Lava Jato - duas tramitam em Brasília e uma em Curitiba.

O ex-presidente é suspeito de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo a contratação, pela Odebrecht, de uma empresa de Taiguara Rodrigues, parente do petista. Lula também é suspeito de tentar impedir a delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e de ter se beneficiado de obras de um apartamento no Guarujá (SP) em troca de apoio à empreiteira OAS.

Folhapress