Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 18 de outubro de 2016

25 DETENTOS MORREM DENTRO DE PRESÍDIO EM CONFRONTO DE FACÇÕES, 7 FORAM DECAPITADOS E 6 QUEIMADO


25 DETENTOS MORREM DENTRO DE PRESÍDIO EM CONFRONTO DE FACÇÕES, 7 FORAM DECAPITADOS E 6 QUEIMADO























Vinte e cinco presos morreram durante confronto entre facções na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo neste domingo (16), em Boa Vista, segundo informou o comandante do Bope, capitão Falkner.
De acordo com Falkner, dos 25 detentos mortos, sete foram decapitados e seis foram queimados.
Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), 100 familiares dos presos foram feitos reféns dentro da unidade durante o confronto. Os presos chegaram a exigir a presença da juíza da Vara de Execuções Penais no complexo, informou o capitão.
Os reféns foram liberados após equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) entrarem na unidade, no fim da noite. De acordo o secretário de Justiça e Cidadania (Sejuc), Uziel Castro, a maioria dos reféns era formada por mulheres.
A confusão entre os detentos começou por volta das 15h (17h de Brasília) quando homens da ala 14 quebraram os cadeados e invadiram a ala 12.
A briga entre os presos ocorreu durante o horário de visitas na maior unidade prisional de Roraima.
Os detentos estavam armados com facas e pedaços de madeira, segundo relatou a mulher de um preso que estava dentro do presídio na hora que se iniciou a briga.
A estrada que dá acesso a penitenciária foi interditada pela polícia. Equipes do Instituto Médico Legal (IML) estão na unidade para a realização da perícia e remoção dos corpos.


25 DETENTOS MORREM DENTRO DE PRESÍDIO EM CONFRONTO DE FACÇÕES, 7 FORAM DECAPITADOS E 6 QUEIMADO

Com enformação do planeta folha

Jovem é arrastada por 05 homens, morta a tiros e enterrada em cova rasa


post-feature-image

Na tarde desta última sexta-feira (14) o corpo de uma jovem de 21 anos foi encontrado enterrado em uma cova rasa no fundo de uma residência localizada na comunidade de Nova Constituinte no bairro Periperi em Salvador. Segundo relatos de testemunhas, a vítima identificada como Beatriz Souza Leal teria passado por algumas ruas do bairro acompanhada por cinco indivíduos armados e que a vítima estava amarrada e sendo arrastada pelo grupo.

Ainda segundo informações, a jovem foi levada até o fundo de uma casa na 7ª Travessa Sérgio Lessa onde foi assassinada. Agentes da 5ª Delegacia de Periperi receberam denúncias anônimas e foram até o local, mas encontraram a vítima já morta enterrada de barriga para cima em uma cova rasa. Beatriz apresentava várias lesões na cabeça causadas por disparos de arma de fogo. 

Os peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) encontraram ao lado do corpo uma enxada que foi recolhida para perícia. Na casa onde a jovem foi morta não havia ninguém e até o momento nenhum assassino foi localizado. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em Pituba.


massapeceara.com

Quatro pessoas da mesma família acusadas de tráfico de drogas morrem em confronto com PMs



Neste último sábado (15) quatro criminosos da mesma família foram mortos durante troca de tiros com policiais militares da CIPE/Sudoeste em uma residência localizada no bairro São Jorge em Brumado (538 km de Salvador). De acordo com a Polícia Militar, equipes policiais foram até a casa onde os marginais estavam escondidos para cumprir um mandado de busca e apreensão de drogas e armas de fogo, mas ao chegar no local foram recebidos a tiros pelos criminosos. Segundo informações, os militares revidaram os disparos e conseguiram atingir os 04 bandidos que já possuíam passagens pela polícia. Os marginais ainda foram socorridos pelos policiais que colocaram os corpos na viatura, mas os criminosos não resistiram aos ferimentos e chegaram sem vida ao Hospital Municipal Professor Magalhães Neto. Com eles os policiais apreenderam 04 revólveres e diversas munições. O quarteto identificado como André da Silva Lima, Geraldo da Silva Lima, Daniel da Silva Lima e Samuel da Silva Lima, sendo os dois últimos citados pai e filho, eram acusados de envolvimento com o tráfico de drogas na região além de roubos, furtos e homicídios. 

Repórter Cidades / Plantão Policial Jerry Mesquita