Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 25 de outubro de 2016

PF indicia Palocci, Odebrecht, João Santana e Mônica Moura por corrupção

A Polícia Federal indiciou o ex-ministro Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil/governos Lula e Dilma) por corrupção passiva. Palocci foi preso na Operação Omertà, na 35ª fase da Lava-Jato, em 26 de setembro.

Além de Palocci, foram enquadrados seu ex-assessor, Branislav Kontic, o casal de marqueteiros do PT João Santana e Mônica Moura, o empreiteiro Marcelo Odebrecht, e Juscelino Dourado, ligado ao ex-ministro da Fazenda.

Investigação da força-tarefa da Lava-Jato aponta que, entre 2008 e o final de 2013, foram pagos mais de R$ 128 milhões ao PT e seus agentes, incluindo o ex-ministro.

A Polícia Federal liga Palocci à planilha 'italiano', do Setor de Operações Estruturadas, a área secreta de propinas da empreiteira. Segundo a Omertà, 'italiano' é Palocci.

João Santana foi o marqueteiro das campanhas presidenciais de Lula (2006) e Dilma (2010 e 2014). Ele e a mulher, Mônica Moura, foram presos na Lava Jato. À Justiça, confessaram ter recebido valores da campanha de Dilma por meio de caixa 2 em contas no exterior.

Indiciados

(i) ANTONIO PALOCCI FILHO como incurso nas penas do crime previsto no artigo 317, caput, do Código Penal em concurso material;

(ii) JUSCELINO ANTONIO DOURADO como incurso nas penas do crime previsto no artigo 317, caput, do Código Penal em concurso material;

(iii) BRANISLAV KONTIC como incurso nas penas do crime previsto no artigo 317, caput, do Código Penal em concurso material;

(iv) JOÃO CERQUEIRA DE SANTANA FILHO como incurso nas penas do crime previsto no artigo 1º da Lei nº 9.613/1998;

(v) MÔNICA REGINA CUNHA MOURA como incursa nas penas do crime previsto no artigo 1º da Lei nº 9.613/1998;

(vi) MARCELO BAHIA ODEBRECHT como incurso nas penas do crime previsto no artigo 333, caput, do Código Penal em concurso material.

Estadão Conteúdo

Anitta faz show em São Paulo e corpão chama a atenção

Os cabelos de Anitta são novos e, pelo visto, o corpitcho também. A cantora chamou a atenção pela boa forma durante o show que fez neste domingo, 23, no Wen´t Wild, em São Paulo. No palco, a poderosa usou um microsshort e um cropped, que deixou o corpão torneado em evidência. Em uma das fotos, deu pra ver que ela passou, com louvor, no teste do: abaixou e não dobrou, quando foi até o chão em uma das coreografias.
Além da agitada agenda de shows, que faz com que ela perca bastante caloria nas performances que faz no palco, Anitta tem sido acompanhada nos shows por uma nutricionista e, mesmo quando está sem ânimo, está sempre treinando com o personal trainer.

Marcelo Odebrecht e mais 50 executivos fecham maior acordo de delação do País

O empresário Marcelo Odebrecht e mais 50 executivos ligados à empreiteira fecharam acordo de delação premiada com procuradores da Operação Lava-Jato. As informações são do jornal O Globo. Esta será a maior série de acordos de delação já firmada no Brasil

Segundo o jornal, apesar do grande número, ainda não é o bastante para suprir as expectativas das investigações, pois é possível que líderes de grandes partidos estejam envolvidos no escândalo de corrupção que envolve Caixa Dois.

Com o novo acordo, o Ministério Público Federal terá que montar uma força-tarefa. Serão destacados 10 investigadores para interrogar os 50 delatores, com a possibilidade deste número aumentar para 68.

Os delatores serão ouvidos de acordo com sua hierarquia da propina. Os interrogatórios acontecerão em Curitiba, Brasília, São Paulo e Salvador. Confira todos os detalhes aqui.