Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Sargento da PM chega em casa e encontra família morta


Na manhã desta última quarta-feira (19) um policial militar do 5º BPM (Praça da Harmonia) encontrou sua família morta ao chegar em sua casa localizada na rua Bom Jardim no bairro Parque Tietê, município de São João de Meriti na Baixada Fluminense (30 km do Rio de Janeiro). De acordo com a Polícia Militar do 21º BPM da cidade, o sargento identificado como Cristiano José Martins abriu a porta de casa e encontrou os corpos de sua mãe Marilene José Martins de 60 anos, de seu irmão Fernando José Martins de 36 anos e de duas crianças de 05 e 07 anos. As crianças estavam sendo cuidadas pela Marilene pois foram abandonadas pelos pais biológicos. Nem os cachorros da família escaparam onde um foi morto e outro ficou ferido. Segundo informações, a porta dos fundos da casa estava arrombada e o local foi isolado para a realização da perícia. Os corpos das vítimas foram recolhidos e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Duque de Caxias, também na Baixada. O irmão de Marilene identificado como Roberto Martins se trancou em um quarto e sobreviveu à chacina. Roberto que tem problemas psicológicos e é alcoólatra foi encontrado embriagado e com dificuldades para andar. Ele foi levado para a delegacia para prestar depoimentos. O local onde ocorreu o crime fica perto do Morro do Azul que é controlado por uma facção criminosa, porém ainda não se sabe o que poderia ter motivado o crime. Ainda segundo informações, a mãe do policial foi morta por asfixia, seu irmão levou facadas e as crianças foram espancadas e enforcadas até a morte. Os cachorros das vítimas também foram golpeados com faca. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense e equipes do 21º BPM com apoio do 20º BPM (Mesquita) fazem buscas na região na tentativa de localizar os envolvidos no crime. 

Repórter Cidades / Plantão Policial Jerry Mesquita

Coisas que não podem ser ditas no seu primeiro dia de trabalho



Você foi contratado e está animado para o seu primeiro dia de trabalho. Mas, saiba que algumas coisas não se devem ser ditas no seu primeiro dia na empresa. Para saber quais são essas coisas, confira o nosso post:

1. “Nossa, isso é a coisa mais legal do mundo!”

É normal que você queira interagir com seus novos colegas e conquistar a simpatia de todos, mas é preciso encontrar uma maneira natural de fazer isso e evitar ao máximo usar sentenças que demonstrem que você está concordando com algo que eles dizem apenas para soar agradável. Seja você mesmo.

2. “Às sextas-feiras eu costumo sair mais cedo”

Eis uma sentença curtinha capaz de fazer com que uma pessoa seja malvista logo de cara. Adivinha só? Todo mundo gostaria de sair antes do fim do expediente na sexta-feira. Não comece já impondo regalias. Fica feio – além do mais, o esperado de um funcionário novo é dedicação, esforço e vontade de trabalhar, não o contrário.

3. “Quem é legal e quem eu devo evitar por aqui?”

Péssima forma de pedir para que algum colega de trabalho apresente você às outras pessoas. Se você reparar, em muitas entrevistas de emprego o candidato é perguntado a respeito de fofocas em ambiente coorporativo – isso tem um motivo: falar mal de outras pessoas não é nada legal para a empresa, seja ela qual for. Conheça as pessoas, faça seus próprios julgamentos e guarde-os para si.

4. “Isso não faz sentido”

Você tem todo o direito de não gostar das políticas da empresa na qual está trabalhando, mas precisa aprender a filtrar o que pode e o que não pode ser dito logo no seu primeiro dia na companhia. Falar que algo não faz sentido é uma maneira de criticar o sistema que você mal conhece. Isso faz com que você seja visto de uma maneira bastante negativa, não tenha dúvidas. Se algo parece não fazer sentido, busque conhecer melhor essa coisa. É uma boa maneira de não parecer uma pessoa chata e arrogante logo no primeiro dia de trabalho.

5. “Estou morrendo de cansaço”

Quer fazer bonito? Então demonstre ter energia e disposição, fatores que vão contra a ideia de cansaço logo nas primeiras horas de um novo trabalho.

6. “Gostaria de convidar vocês para irem à minha igreja no próximo domingo”

Tenha a fé que quiser, mas não misture assuntos religiosos com questões de trabalho. Assim como é possível que alguém frequente o mesmo templo religioso que você, é provável que outras pessoas se sintam desconfortáveis com esse tipo de convite. Falar sobre religião é algo que gera polêmica e pode prejudicar seu relacionamento com outros colegas. Na dúvida, evite.

7. “Meu antigo chefe era um mala”

Talvez fosse mesmo, mas a verdade é que não pega bem falar mal de seu antigo trabalho ou do seu ex-chefe logo no primeiro dia em um novo emprego. A forma como você fala de outras pessoas influencia, e muito, a maneira como sua imagem é percebida pelos demais. Uma vez que sua primeira impressão tenha sido ruim, vai ser bem difícil mudar as coisas.

8. “Não foi dessa maneira que eu aprendi”

Ah, que beleza se tudo na vida fosse da maneira como aprendemos... A verdade é que existe, sim, uma ideia central sobre as atividades exercidas, mas métodos diferentes de realização. O jeito é se adaptar, aprender o que for preciso e, de preferência, não deixar que seus novos chefes fiquem ouvindo da sua boca sobre tudo aquilo que você não sabe fazer.

Fonte: Mega Curioso

Multas de trânsito ficarão mais caras a partir de 1° de novembro



Com os novos valores, infrações gravíssimas, atualmente em R$ 191,54, passarão a R$ 293,47; infração grave, de R$ 127,69 para R$ 195,23.

As multas de trânsito ficarão mais caras a partir de 1º de novembro. Com os novos valores, previstos a partir da alteração do Código de Trânsito Brasileiro, infrações gravíssimas, cujo valor de multa atual está em R$ 191,54, passarão a R$ 293,47; multas a serem pagas por infração grave passarão dos atuais R$ 127,69 para R$ 195,23.

As multas cobradas por infrações consideradas médias aumentarão de R$ 85,13 para R$ 130,16. As leves serão reajustadas dos atuais R$ 53,20 para R$ 88,38.

Também a partir de novembro serão reajustados os valores das multas aplicadas a motoristas suspeitos de dirigir alcoolizados, que se recusarem a fazer o teste do bafômetro. Nesse caso, a multa passará de R$ 1.915 para R$ 2.934,70. O motorista terá ainda a habilitação suspensa pelo prazo de 12 meses.

Agência Brasil