Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 16 de outubro de 2016

"Crueldade": Após traição, homem queima e enterra corpo de noiva em matagal


Um homem identificado confessou ter matado a noiva após descobrir uma suposta traição em Campinas, no interior de São Paulo. A confissão foi feita depois de 40 dias do desaparecimento da vítima. A mulher foi enforcada, queimada e enterrada num matagal.
Priscila Cristina Pupo, de 26 anos, trabalhava em um supermercado e estava desaparecida há cerca de 40 dias. O acusado do crime, demonstrava querer ajudar nas investigações. Um cunhado da vítima disse que Robson chegou a se oferecer à família para ajudar a procurar Priscila. 
Robson chegou a se passar pela vítima por meio de um aplicativo de celular. Por isso, a família acreditava que Priscila ainda estava viva. Dias depois do crime, ele chegou a ser entrevistado pela Rede Record. E chorou durante a entrevista dizendo que queria muito encontrar a noiva.
Ele chegou a prestar cinco depoimentos e dava versões diferentes à polícia. Segundo o delegado, ele caiu em contradição sobre os dias que ela ficou desaparecida. Logo depois, ele confessou o crime e levou a polícia para o local onde havia enterrado Priscila.
A polícia continua com as investigações para saber se Robson contou a ajuda de alguém para cometer o crime e se há outros motivos para ele ter cometido o assassinato. O homem foi detido e indiciado por homicídio qualificado.
Os dois tinham uma filha de um ano e quatro meses que está sob cuidados da família de Robson. A mãe de Priscila vai brigar na Justiça pela guarda da neta. A mulher não acredita que a filha traiu o noivo e acha que ohomem teve ajuda de outras pessoas para cometer o crime.

***** Informações com:  R7

Palhaços sinistros são flagrados no Tocantins e fotos viralizam



Depois da onda de aparições de palhaços sinistros no Reino Unido e nos Estados Unidos, além de cidades do Brasil, os personagens macabros também foram vistos no Tocantins. Em Araguaína, norte do estado, duas pessoas foram avistadas fantasiadas pelas ruas da cidade com objetos simulando bastões e tacos. Até o momento nenhum crime foi registrado, mas as imagens viralizaram na web e a Polícia Militar emitiu um alerta para a segurança dos próprios palhaços.
Moradores registraram as aparições na noite desta quinta-feira (13) e madrugada de sexta-feira (14) na Praça São Luiz Orion, no centro da cidade, e nas proximindades do cemitério São Lázaro. Nas redes socias as reações à brincadeira foram variadas. "Sei não, mas se aparecer na minha frente mesmo que na brincadeira vai parar no hospital rapidim", disse um internauta.
"Quando um desses tomar tiro, depois mamãe vai achar ruim. Vai dormir que é melhor", comentou outro. "O engraçado é que os palhaços deixam tirar fotos deles né?", reparou uma mulher.
A onda é vista com cuidado pela Polícia Militar do Tocantins. Segundo o batalhão de Araguaína, as primeiras aparições foram registradas nesta madrugada, mas não se sabe o motivo e intenção dos fantasiados.
"O alerta é principalmente para essas pessoas, porque eles estão se colocando em risco. Alguém pode considerar uma ameaça e atentar contra a integridade física deles", explicou o capitão Canuto.
***** Informações com: G1

Horário de verão começa à meia-noite; relógios devem ser adiantados em uma hora



O horário de verão começa à meia-noite deste sábado (15), quando os relógios deverão ser adiantados em uma hora nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A medida, que vai até o dia 19 de fevereiro de 2017, atinge 11 unidades da Federação: Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo.

A mudança é para aproveitar melhor a luminosidade do dia nesta época do ano, reduzindo o consumo de energia nos horários de pico e evitando o uso de energia gerada por termelétricas, que é mais cara e mais poluente do que a gerada pelas hidrelétricas.

A mudança no horário acontece sempre no terceiro domingo de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro, exceto quando coincide com o feriado de carnaval. No Brasil, o horário de verão tem sido aplicado desde 1931, com alguns intervalos.

O horário de verão só é aplicado nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, porque nesses estados o consumo é maior e é onde os melhores resultados são alcançados. Segundo o Ministério de Minas e Energia, a aplicação no Norte e no Nordeste teria poucos benefícios em termos de economia de energia, por causa da proximidade da Linha do Equador, o que faz com que a duração dos dias nessas regiões não tenha mudanças significativas ao longo do ano.

A medida também é adotada em diversos países, como forma de usar energia de forma mais eficiente, especialmente nos países com geração termelétrica, ou de racionalizar o uso da infraestrutura energética. Nos Estados Unidos, por exemplo, é adotado “Daylight Saving Time”, geralmente entre março e novembro.

Economia

Segundo o Ministério de Minas e Energia, nos últimos dez anos, a medida tem possibilitado uma redução média de 4,5% na demanda por energia no horário de maior consumo e uma economia absoluta de 0,5%, o que equivale, em todo o período do horário de verão, aproximadamente ao consumo mensal de energia da cidade de Brasília, com 2,8 milhões de habitantes.

Para este ano, a expectativa do Operador Nacional do Sistema Elétrico é que a medida possibilite uma economia de R$ 147,5 milhões, que representa o custo evitado em despacho de usinas térmicas por questões de segurança elétrica e atendimento à ponta de carga no período de vigência do horário de verão.

Horário de embarque

Quem tem viagem marcada para este fim de semana deve ficar atento aos horários de embarque. Os horários dos bilhetes de passagem são impressos em hora local, e, para evitar transtornos, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) orienta aos passageiros que entrem em contato com as empresas aéreas em caso de dúvidas.

Hábitos de consumo

Além da redução do consumo de energia com o melhor aproveitamento da luz do dia, os brasileiros podem aproveitar para diminuir o gasto tomando alguns cuidados no dia a dia. Algumas dicas são conhecidas como apagar a luz ao sair de um ambiente; usar lâmpadas fluorescentes compactas ou de LED; preferir a luz natural durante o dia e desligar o chuveiro enquanto se ensaboa.

Uma cartilha da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) traz outras orientações sobre o uso racional da energia. Por exemplo, a pintura de paredes internas e teto com cores claras, que refletem melhor a luz natural. A geladeira deve ser aberta o mínimo possível de vezes, retirando todos os itens de uma só vez.

Para lavar roupas, deve-se acumular o máximo de peças possível para lavar de uma só vez na máquina e usar pouco sabão, para não ter que enxaguar a roupa várias vezes. O mesmo vale para o ferro de passar, que deve ser ligado para passar mais roupas da mesma vez, pois o aparelho consome muita energia sempre que é acionado.
 
Agência Brasil / Edição: Carolina Pimentel