Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 20 de setembro de 2016

VÍDEO: Homem diz estar com o demônio e quebra viatura da Guarda Municipal de Sarandi



Depois de detido por guardas municipais homem disse estar com o demônio no corpo. Revoltado e agressivo, o homem discute com os guardas e quebra o vidro da viatura.

Ele também chega a pedir para que os guardas atirem em sua cabeça. Por alguns momentos o homem grita e pede socorro à mãe.


Via Go Tropa

Bandido não contava com dois policiais entre os reféns, e acabou levando AÇO; assista



No ultimo dia 13/09, infratores da lei, tomam um comércio de roubo em Campinas/SP e colocam todos na cozinha, entre as vítimas da violência estão dois policiais, que dão voz de prisão e não são atendidos e um dos policiais acaba disparando contra um dos criminosos.



Via YouTube GO Tropa

Tratamento de Michael Schumacher custa R$ 45,7 milhões por ano, diz jornal



Ex-piloto sofreu acidente de esqui em dezembro de 2013.
Suíça - O estado de saúde do ex-piloto Michael Schumacher continua uma incógnita. Sem informações oficiais, pouco se sabe sobre a saúde do heptacampeão mundial. Durante a última semana, Luca di Montezemolo, ex-presidente da Ferrari e amigo pessoal do alemão, disse que as notícias sobre o estado de saúde de Schumacher não eram boas.

Desde que deixou o hospital em Mèribel, o ex-campeão vem recebendo tratamento na sua casa, na Suíça, e, de acordo com os jornais ingleses "Daily Mail" e "Daily Express", tem seus gastos médicos em torno de R$ 45,7 milhões por ano. Em 2013, pouco antes de sofrer o acidente, a fortuna do alemão estava avaliada em cerca de R$ 36,6 bilhões.

Relembre o caso

O piloto alemão Michael Schumacher esquiava com o filho quando se acidentou no dia 29 de dezembro de 2013. O heptacampeão da Fórmula 1 foi transportado de helicóptero para o hospital de Grenoble, com múltiplas lesões na cabeça. Ao chegar, estava em coma e necessitou de imediata intervenção neurocirúrgica.

O ex-campeão permaneceu em coma até julho de 2014, deixando o hospital pouco tempo depois para ser tratado em casa. A partir de então, a família do alemão blindou o vazamento de informações oficiais sobre seu estado de saúde real.

Fonte iG