Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 18 de setembro de 2016

FAMÍLIA EVANGÉLICA É PRESA POR TRÁFICO DE DROGAS E FAZ ORAÇÃO DENTRO DA DELEGACIA; ASSISTA




 
Uma família inteira que se dizia evangélica, composta por sete pessoas, foi presa nesta sexta-feira de manhã, no bairro do Novo Israel, Zona Norte de Manaus, durante operação deflagrada por policiais do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), com apoio do Grupo Fera (Força Especial de Repressão a Assalto) e da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

O motivo das prisões, segundo explicou o delegado titular do 18º DIP, Joni Clei, foi tráfico de drogas, que já vinha motivando uma sigilosa investigação iniciada no mês de maio deste ano, quando começaram a aparecer denúncias contra a família, através de moradores, muitos deles ameaçados pelos acusados.

Para disfarçar o crime, todos os integrantes da família se passavam por membros de uma igreja evangélica.

Na operação foram presos Antônio Lucivaldo Soares Picanço, 53, os filhos dele Ailson Sarmento Picanço, 22, Aderson Sarmento Picanço, 26, e Adilson Sarmento Picanço, 24, as mulheres deles Maria da Silva Ferreira, 19, Katiusia Batista de Souza, 22, e Karen Elis Pereira dos Santos, 20.

Na casa dos acusados, que na verdade era uma das maiores “bocas de fumo” do bairro, os policiais apreenderam 190 trouxinhas de cocaína, meio quilo de maconha, dois carregadores de pistola, seis munições calibre ponto 40, duas balanças, aparelhos eletrônicos e 50 páginas com a contabilidade do tráfico na área.

O que chamou muito a atenção dos policiais que participaram da operação foi que todos os membros da família, homens e mulheres, mesmo diante de toda a droga e objetos apreendidos na casa onde moravam, invocavam o nome de Deus durante a entrevista coletiva realizada no 18º DIP, logo depois da prisão dos acusados de tráfico de drogas.

O delegado Joni Clei disse que os sete presos foram autuados em flagrante delito por crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de munição de uso restrito.

Fonte: Portal do Zacarias

Jovem é suspeito de espancar e matar a própria mãe em Fortaleza




post-feature-image

A Delegacia de Defesa da Mulher investiga se o próprio filho é responsável pela morte de Ayla Maria Mesquita. A senhora de 48 anos morreu, segundo a polícia, após ser espancada pelo jovem no Bairro Quintino Cunha, em Fortaleza.  A mulher morreu na manhã do último sábado (10).

De acordo com a delegada Erika Cecília Ramirez, houve uma denúncia de que a mulher estava internada por problemas decorrentes de um espancamento. Em conversa com policiais enviados ao hospital após a denúnica, a mulher relatou que apanhava do filho adotivo. Na sexta-feira, dia 8 de setembro, familiares prestaram queixa na delegacia.

A vítima passou alguns dias internada no Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza, mas não resistiu. “Recebemos uma denúncia anônima que havia uma vítima de 48 anos que teria dado entrada no IJF devido ao Acidente Vascular Celebral (AVC). Esse AVC teria acontecido após espancamento que teria sido provocado por um filho”, disse a delegada.

Hematomas pelo corpo
A delegada disse que foram encontrados hematomas antigos e mais recentes que aumenta a suspeita de que a vítima morreu devido a espancamento.  “Havia hematomas mais antigos pelo corpo. Lesões mais recentes. Em conversa com policiais ela chegou a dizer que o filho a maltratava”, disse a delegada.

De acordo com as investigações a vítima nunca prestou queixa na delegacia. A polícia aguarda o laudo cadavérico que deve apontar a causa da morte. “Apenas com laudo cadavérico é que podemos saber as causas da morte. A partir de então saberemos o que ocasionou a morte e penalizar quem tem a responsabilidade da morte da vítima”, concluiu a delegada.///massapeceara.com

Islândia vai pagar U$ 5mil por mês para quem casar com uma islandesa



A notícia foi especulada por um blog internacional e já tem pretendentes a postos.

Depois de surpreender no futebol em 2016, os noticiários relacionados à Islândia vem adquirindo cada vez mais a atenção dos europeus. A notícia mais interessante que está sendo veiculada é a respeito das medidas que seriam tomadas pelo governo do país para estimular o crescimento populacional.

Segundo o Sunday Adelaja´s Blog, o governo tem um projeto de oferecer o correspondente a 5 mil dólares para imigrantes que se casarem com mulheres islandesas e assim suprir a escassez masculina no país. Ainda segundo o blog, a prioridade nessa resolução será para homens do norte da África.

Se esse projeto do governo da Islândia é verdade ou não, só saberemos com o tempo, mas recomendo aos pretendentes a ficarem ligados nas agências de notícias da Islândia. Veja a notícia original aqui: Due To Insufficient Men, Iceland Will Pay $5,000 Per Month To Immigrants Who Marry Icelandic Women!