Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Idoso apronta papéis da funerária, depois mata mulher e suicida


Para filha, ele premeditou crime em Piracicaba; casal vivia junto há 45 anos

Idoso apronta papéis da funerária, depois mata mulher e suicida Corpos foram levados para IML de Piracicaba (Foto: Hildeberto Jr./G1)
Um idoso de 64 anos matou a esposa de 62 anos e depois se matou, nesta segunda-feira (26), no bairro Vila Industrial em Piracicaba (SP). A filha dos idosos, que eram casados há 45 anos, disse aoG1 que acredita que o crime foi premeditado, já que o pai tinha deixado todos os papéis necessários para a funerária prontos. 
A advogada de 40 anos, que pediu para não ter o nome dela e dos pais divulgados, afirmou que foi buscar a mãe na casa onde morava e, ao entrar no imóvel, encontrou a avó, que tem Alzheimer, caída no chão e os pais mortos, um em cada quarto da casa. 
De acordo com a advogada, o pai deve ter planejado as mortes. “Ele deixou todos os papéis da funerária prontos, só pode ter sido premeditado”, relatou. Ainda de acordo com ela, o pai tinha transtorno bipolar. “Ele era louco, totalmente transtornado. Tomava medicamentos”, disse. 
Surpresa dos vizinhos 
A tragédia foi uma surpresa para os vizinhos dos idosos, segundo eles, o casal se dava muito bem. “Ficamos surpresos, pois eles andavam de mãos dadas pela rua”, conta um homem que mora na casa ao lado onde aconteceram as mortes. No entanto, a filha diz que eles tinham seus problemas. 
“Meu pai sempre foi bipolar, minha mãe continuava com ele na esperança de ele melhorar com o tempo, e apesar dos problemas ela gostava dele”, conta.
Os corpos dos idosos foram levados para o Instituto Medico Legal (IML) o caso será investigado pelo 4º Distrito Policial de Piracicaba.
A avó recebeu atendimento médico e está sob os cuidados de familiares. 
Fonte: G1

Ex-delegado troca tiros com policiais e corre risco de perder uma perna



A troca de tiros aconteceu quando a PF e o Gefron apreenderam 150 quilos de PÓ em uma avião pilotado pelo ex-delegado da Polícia Civil

Ex-delegado troca tiros com policiais e corre risco de perder uma perna
EX-DELEGADO BALEADO - O ex-delegado Arnaldo Agostinho Sottani foi baleado durante uma troca de tiros contra agentes da Polícia Federal (PF) e policiais Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e pode ter uma das pernas amputada. Segundo a Polícia, o estado de saúde do ex-delegado é grave. A Polícia não confirmou se o ex-delegado foi atingido em outras partes do corpo.
A troca de tiros, segundo a Polícia, aconteceu quando o ex-delegado e mais dois ocupantes de um caminhão, estavam carregando a droga de dentro do avião para a o caminhão por volta das 11 horas desta segunda-feira, em uma pista clandestina nas proximidades de General Carneiro (Oeste, a 420 quilômetros de Cuiabá).
 
Depois da troca de tiros, o delegado e os dois homens ainda não identificados foram presos, mas antes ser autuado, o ex-delegado foi socorrido em outro avião por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Arnaldo está sendo operado neste momento em uma hospital e Barra do Garças (Vale do Araguaia, a 500 quilômetros de Cuiabá.
A droga, segundo a Polícia, foi embarcada na Bolívia no monomotor pilotado pelo ex-delegado Arnaldo Sottani da Polícia Civil de Mato Grosso, acusado, também mais dois crimes: roubo de gado com pagamento de propina em Mato Grosso, Grosso e tráfico de droga no Estado de Goiás. 
24horasnews

SOBRAL-CE: HOMEM FURTA GELADEIRA E A CARREGA NAS COSTAS; ASSISTA




Um homem ainda não identificado furtou uma geladeira de uma residência no bairro Colinas e a carregou nas costas. O acusado fugiu em uma bicicleta em rumo ignorado.
Sem mais informações.

Confira no vídeo: