Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Polícia Federal prende ex-ministro Antonio Palocci na 35ª fase da Lava Jato

Ex-ministros dos governos Lula e Dilma foi detido em São Paulo, na 35ª fase da Lava Jato.
A Polícia Federal (PF) está nas ruas para cumprir mandados judiciais na 35ª fase da Operação Lava Jato. Chamada de Operação Omertá, um dos alvos é o ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci, que foi preso temporariamente esta manhã em São Paulo.

Os policiais cumprem ainda mais dois mandados de prisão temporária, 27 de busca e apreensão e 15 de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para a delegacia a fim de prestar esclarecimentos e depois é liberada.

A suspeita é de que Palocci teria ligação com o comando da empreiteira Odebrecht, uma das principais do país. A operação investiga se o ex-ministro e outros envolvidos receberam dinheiro para beneficiar a empreiteira em contratos com o governo.

Segundo a PF, as negociações envolviam a Medida Provisória 460, de 2009, que tratava de crédito-prêmio do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), além do aumento da linha de crédito da Odebrecht no Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para um país africano, além de interferência em licitação da Petrobras para a aquisição de 21 navios-sonda para exploração da camada pré-sal.

De acordo com a Polícia Federal, "o nome 'Omertá' dado à investigação policial é uma referência à origem italiana do codinome que a construtora usava para fazer referência ao principal investigado da fase ('italiano'), bem como ao voto de silêncio que imperava no Grupo Odebrecht que, ao ser quebrado por integrantes do 'setor de operações estruturadas' permitiu o aprofundamento das investigações. Além disso, remete à postura atual do comando da empresa, que se mostra relutante em assumir e descrever os crimes praticados".

Fonte: Agência Brasil

CENAS CHOCANTES: CONFIRA A MATÉRIA EXIBIDA ONTEM NO FANTÁSTICO SOBRE A "PASSEATA DA PAZ" EM SOBRAL


A matéria mostra a "pacificação das gangues" na cidade de Sobral, ocorrida recentemente.

Confira a matéria exibida ontem (25) no program do Fantástico:

Grupo é detido acusado de fraudar concurso da Polícia Militar no Ceará



A prova é a primeira fase do concurso público para ingresso na Polícia Militar. Ao todo, 80.450 concorrem a 4.200 vagas de soldado.
A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou, na tarde deste domingo (25), que algumas pessoas foram detidas suspeitas de tentativa de fraude noconcurso da Polícia Militar do Ceará.

A SSPDS ainda não repassou informações sobre a quantidade de pessoas detidas e o local de prova onde o caso aconteceu. Os acusados foram levados para a Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF).

As informações preliminares são de que candidatos teriam tentado burlar a segurança do certame, usando pontos eletrônicos durante a realização da prova. A estratégia dos grupos é usar o sistema para ouvir respostas repassadas por pessoas do lado de fora dos prédios onde acontecem os concursos.

A prova realizada neste domingo é a primeira fase do concurso público para ingresso na Polícia Militar. Ao todo, 80.450 concorrem a 4.200 vagas de soldado. O salário inicial do cargo é R$ 3.134,58. As provas foram realizadas em 95 lugares diferentes em Fortaleza.

Fonte: Tribuna do Ceará