Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Dupla é presa com 600 kg de maconha em caminhão de mudança


Maconha estava escondida entre os móveis dentro do caminhão (Foto: Divulgação)

Dois homens de 30 e 59 anos foram presos na tarde deste sábado (17) transportando 600 quilos de maconha em um caminhão de mudança na Rodovia Anhanguera (SP-330) em Ituverava (SP). Segundo a Polícia Rodoviária, a dupla seguia do Paraná para Minas Gerais.

O policial rodoviário Paulo Zanoto contou que a droga estava divida em caixas de papelão no interior do veículo. Ainda segundo ele, havia móveis e objetos pessoais dentro do baú do caminhão, mas a mudança era apenas uma forma de disfarçar o transporte da maconha.

"Estava entre os móveis, debaixo de um colchão. Nós percebemos o nervosismo deles, desconfiamos e verificamos o interior do veículo. Havia caixas de papelão, resolvemos abrir e, em cada uma delas, tinha cerca de 20 quilos de maconha", afirmou.

Zanoto disse que o caminhão saiu de Cascavel (PR) e seguia para Curvelo (MG), mas o local exato de destino ainda não foi identificado. Os homens também não informaram quem seria o proprietário da droga.

A dupla foi presa em flagrante por tráfico e será encaminhada à cadeia de Franca (SP). Os tijolos de maconha serão levados à Delegacia Seccional de Ribeirão Preto (SP). O caminhão irá para o pátio da Polícia Civil em Ituverava.

G1


Mercado resiste a contratar profissionais com mais de 50


Mercado resiste a contratar profissionais com mais de 50 (Foto: Moacyr Lopes Junios/Folhapress)


Se não se aposentam, profissionais com idade ao redor de 55 anos encontram espaço no mercado de trabalho? Nem sempre.

Diretor da Michael Page, empresa especializada em recrutar executivos, Henrique Bessa diz que precisa fundamentar muito bem currículos de pessoas com essa faixa etária para que sejam chamados para uma entrevista.

"Eu busco mostrar os diferenciais, como a experiência em lidar com situações que possam interessar à empresa, destaco a energia desse profissional e a sua capacidade de adaptação a novidades."

Aos 50 anos, M.P. ocupou posições de chefia em grandes bancos no Brasil e no exterior, mas há um ano não consegue um emprego formal. Ele pediu que seu nome não fosse revelado.

M.P. atribui a demora à recessão. "Com a minha idade, ainda tenho muito a entregar", afirmou.

Mesmo se já tivesse o tempo de contribuição exigido, ele diz que não sairia do mercado. "A aposentadoria não pagaria nem meu condomínio. Tenho um filho de 18 anos, não vale a pena parar."

Outro complicador mais recente, na opinião de Bessa, é que muitas empresas vêm adotando uma aposentadoria compulsória, ao redor dos 65 anos, o que limita a uma década a vida profissional extra de um trabalhador de 55 anos, dificultando sua contratação.

Ricardo Patah, presidente da UGT (União Geral dos Trabalhadores), afirma que, diante da resistência de empregadores em absorver essa mão de obra, sindicatos filiados à central, como dos comerciários, estão incluindo em suas negociações salariais pedido para criação de vagas destinadas a aposentados.

Mas ele acrescenta outro problema. Se por um lado o brasileiro está vivendo mais e precisa trabalhar mais, por outro é preciso liberar vagas para os mais jovens, que estão entrando no mercado.

"Com a mudança tecnológica e a mecanização em vários setores, como na indústria automotiva, há menos demanda por mão de obra. Não haverá espaço para todos", afirma Patah.

Fonte: Folha de S. Paulo

Globo planeja novo "Sai de Baixo" para noites de domingo com Tom Cavalcante


Globo planeja novo "Sai de Baixo" (Foto: Divulgação)


A Globo está desenvolvendo a passos largos um novo programa para as noites de domingo, após o "Fantástico". Escrito por Marcelo Saback, será um humorístico com plateia e participação de grandes nomes do humor liderados por Tom Cavalcante, dentre eles, Fabiana Karla, Rodrigo Sant"anna e Talita Carauta.

O projeto está correndo no departamento do Boninho e já provoca uma grande expectativa, porque até agora, apesar dos muitos tiros naquela faixa, ainda não foi possível criar algo que pudesse neutralizar o "Programa Silvio Santos" do SBT.

Os filmes, "Planeta Extremo" e até mesmo coisas como o "Tomara que Caia", de triste lembrança para todos, não surtiram efeito. Apenas o formato "Big Brother" tem bons resultados, no seu período de apresentação, frente ao concorrente.

Por tudo isso, essa tentativa de um novo "Sai de Baixo", com o mesmo Tom Cavalcante e que marcou época na emissora, já cria toda uma atmosfera e possibilidade de bons resultados. Importante reforçar que o produto está em desenvolvimento e depende da aprovação do diretor-geral Carlos Henrique Schroder.

Fonte: Coluna do Flávio Ricco no UOL