Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sábado, 24 de setembro de 2016

Ibope no Crato: Camilo mostra força; Tasso e Eunício ficam surpresos

As cúpulas do PSDB e do PMDB ficaram surpresas com o crescimento do candidato do PP à Prefeitura da cidade do Crato, Zé Ailton, na disputa contra o ex-prefeito e tucano Samuel Araripe. Samuel começou a corrida pelos votos como franco favorito e, com o apoio dos senadores Tasso Jereissati e Eunício Oliveira, dava sinais de fôlego para ganhar a eleição sem dificuldades.

A 9 dias da eleição, o Ibope mostra, porém, um empate entre Samuel e Zé Ailton, cada um com 41% das intenções de votos na pesquisa estimulada. Os números demonstram a liderança do governador Camilo Santana (PT) que, com o ex-governador Cid Gomes, decidiu apostar em Zé Ailton, que exerce atualmente o primeiro mandato de deputado estadual.

Se de um lado houve entusiasmo entre os aliados de Ailton, os partidários e padrinhos políticos de Samuel Araripe não esperavam pelos números apertados do Ibope. Os senadores Tasso Jereissati e Eunício Oliveira mudaram o semblante ao conversarem com interlocutores e interpretarem o cenário de empate na corrida pela Prefeitura do Crato.

O PSDB prepara uma ação mais ofensiva para a última semana de campanha no Crato, onde os tucanos têm esperança de conquistar a prefeitura como maior colégio eleitoral na Região do Cariri. Em Juazeiro do Norte – onde está o maior número de eleitores do Sul do Ceará e o terceiro maior colégio eleitoral do Estado, os tucanos patinam em terceiro lugar, de acordo com o Ibope. Em primeiro lugar, aparece Arnon Bezerra (PTB), apoiado pelo Governador Camilo Santana (PT) e pelo ex-governador Cid Gomes. Em segundo, está o pedetista Gilmar Bender e, em terceira posição, Normando, do PSDB. Os tucanos esperam ganhar a eleição no Crato como maior conquista no Cariri, mas o quadro, segundo o Ibope, ficou mais complicado./////.lindomarrodrigues.com

Mulher saca pistola e abre fogo contra três ladrões dentro de sua casa; assista



Vídeo mostra mulher na Geórgia no momento em que abre fogo contra três criminosos armados em invasão ao domicílio. Um foi morto. A Polícia divulgou o vídeo e pediu a ajuda do público para identificar os outros dois que acabaram fugindo.


Via YouTube

STF pode julgar aborto para grávidas com zika este ano, diz Cármen Lúcia



A possibilidade de aborto para mulheres infectadas pelo vírus Zika pode ser julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ainda este ano. A questão foi levada à Corte em uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep), que questiona as políticas públicas do governo federal na assistência a crianças com microcefalia, mal formação provocada pelo vírus.

A previsão de julgamento foi feita hoje (23) pela presidente do STF e relatora da ação, Cármen Lúcia, em conversa com jornalistas. “Chegou da procuradoria [Procuradoria-Geral da República] e agora tem a medida cautelar. Estou trabalhando nisso. Esse é um caso sério. Acho que dá [para julgar este ano], mas não sei. Ontem julgamos bem, julgamos oito processos, depende muito”, disse a ministra, referindo-se à pauta da Corte.

No começo de setembro, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF parecer favorável à autorização do aborto para gestantes com o vírus Zika, que pode causar microcefalia nos bebês.

“A continuidade forçada de gestação em que há certeza de infecção pelo vírus da zika representa, no atual contexto de desenvolvimento científico, risco certo à saúde psíquica da mulher. Ocorre violação do direito fundamental à saúde mental e à garantia constitucional de vida livre de tortura e agravos severos evitáveis”, escreveu Janot no parecer. 

Em 2012, o STF julgou uma ação levada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS) sobre aborto em caso de anencefalia do feto. Por maioria dos votos, a Corte decidiu que a mulher pode interromper a gestação em caso de fetos anencéfalos.

Perguntada sobre semelhanças entre as ações sobre anencefalia e microcefalia, Cármen Lúcia disse que a discussão é muito diferente. “É outra coisa. É completamente diferente. Acho que é mais delicado até por causa do momento que estamos vivendo, em que aconteceu isso e que a sociedade quer participar”, disse.

Planos econômicos

Durante a conversa com os jornalistas, Cármen Lúcia também falou sobre a previsão de julgamento da ação que pede o pagamento da correção de planos econômicos da década de 1990. “Estou trabalhando na pauta agora. Primeiro limpando a pauta no sentido de ver o que realmente tem em cada tema e tentando juntar os temas. É claro que esse [correção dos planos] é um tema superimportante que tenho que considerar e estou tentando fazer isso junto com os relatores”, disse.

Peguntada sobre a presença de mulheres em altos postos do Judiciário, a presidente do STF disse que cada vez mais mulheres estão conquistando cargos importantes, em diversas áreas, e destacou a nomeação da nova ministra da Advocacia-Geral da União (AGU), Grace Maria Fernandes Mendonça, primeira no cargo.

“É a primeira vez que nós temos uma advogada-geral da União, no entanto, todos já viram a Grace nos últimos 16 anos assumir todas as grandes causas. É bacana ver isso, que ela chegou por mérito.”

Apesar de considerar que houve um avanço com relação às mulheres na sociedade, a ministra reconhece o problema da desigualdade de gênero. “O preconceito contra a mulher na sociedade ainda é muito forte, e eu acho que é uma pena, porque pessoas que podiam conviver e até notarem que as duas visões de mundo, feminina e masculina, se completam muito”.

Cármen Lúcia tomou posse como presidente do STF no último dia 12 e terá mandato de dois anos. Ela substituiu o ministro Ricardo Lewandowski.

Fonte: Agência Brasil