Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Policial do Ronda assassinado por assaltantes


O soldado da Polícia Militar do Ceará (PMCE) Djackson Aráujo de Viveiros foi morto com dois tiros durante uma tentativa de assalto. O crime ocorreu na noite de sexta-feira na Avenida Maria Leite Pereira, no município de Juazeiro do Norte (a 493Km de Fortaleza).
De acordo com José Pereira da Silva Filho, subcomandante do Ronda do Quarteirão do Crato, por volta das 20 horas, o PM estava indo em direção ao município de Brejo Santo, quando dois homens em uma moto Honda modelo Bros, de cor vermelha, abordaram a topic e anunciaram o assalto.
O militar, que estava fardado, tentou reagir, mas acabou atingido com um tiro na cabeça. "Na tentativa de reagir ele não teve êxito, porque eram dois acusados. Um que veio por trás efetuou um disparo que atingiu o policial. Infelizmente ele morreu no local", contou o subcomandante do Ronda do Crato.
Conforme a Polícia, o soldado estava fardado, pois havia acabado de sair do serviço. Ele trabalha no Ronda do Quarteirão do Crato, mas mora no município de Exu, em Pernambuco. "Era um policial bastante atuante e muito amigo de todos", disse o colega de farda. Patrulhas de Juazeiro do Norte, do Crato e de Barbalha estão realizando buscas aos suspeitos. "Vai ser dado a resposta e eles vão ser presos e responder pelo crime", disse.
Equipes da Polícia Civil e da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) estiveram no local do crime e iniciaram as investigações sobre o caso. Até o fechamento desta edição, os acusados ainda não haviam sido localizados, mas as buscas continuavam na região do Cariri.
Estatística
Com esse caso, sobe para 28 o número de policiais civis, militares e rodoviários federais mortos neste ano. Os dados incluem agentes da ativa e da Reserva Remunerada. No ano passado, foram registrados 15 casos.
Fonte: Diário do Nordeste