Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

COMISSÃO DO SENADO APROVA LEI QUE OBRIGA USUÁRIO DE DROGAS A SER INTERNADO MESMO CONTRA SUA VONTADE



781
A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado (CE) aprovou o projeto (PLC 37/2013) que prevê novas regras para o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas. Entre as novidades estão normas sobre internação compulsória, quando o dependente químico poderá ser internado contra a sua vontade.
Mas a votação gerou polêmica. O texto apresentado pelo relator Lasier Martins (PDT-RS) ignorou as alterações aprovadas em outras comissões do Senado. Lasier afirmou que levou em conta o texto original da Câmara dos Deputados para simplificar a aprovação.
A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) foi contrária ao parecer. Para a parlamentar, o relatório aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) abordou o tema de forma mais completa.
FONTE: (Rádio Senado) 

VÍDEO: Decepcionado após traição, cearense mantém relação conjugal com boneca



Uma história que é pra lá de inusitada. José Lucivaldo da Fonseca, 50 anos, é conhecido como “homem da boneca”. Morador de Santa Quitéria, distante 222 quilômetros de Fortaleza, o homem mantém um relacionamento conjugal com uma boneca, como mostra a matéria do Gente na TV/SBT.

Depois que José Lucivaldo foi traído pela ex-esposa, não quis mais saber de mulher e acabou se apaixonando por uma boneca. “Ela não reclama, não pede cartão e não pede dinheiro”, declara.

Indagado sobre os motivos pelos quais ele não colocar uma mulher de verdade dentro de casa, seu José ressalta sua fidelidade. “Não, eu já me acostumei com ela. E já que ela não me trai, eu não tenho coragem de traí-la”.

Sobre as críticas de que seria louco, ele se mantém firme. “Doido é quem recebe dinheiro e rasga. Eu não rasgo, pois eu preciso, eu sei o que vou fazer”.

José Lucivaldo fala ainda que, se alguma pessoa entrar em sua casa e se insinuar para a boneca, ele manda “sair fora”. “A pessoa não pode chegar com ousadia com a mulher do cabra. Quando Deus me levar, eu quero que minha família coloque a boneca junto comigo. As bonecas são minha vida”, desabafa. Veja mais detalhes no vídeo.


Fonte: Tribuna do Ceará