Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Fortaleza tem 2ª maior taxa de mortes no trânsito entre capitais, diz estudo


 As causas do acidente ainda vão ser investigadas pela polícia. (Foto: Sobral 24 horas)
Duas cidades do Ceará estão na lista dos municípios com maiores taxas de violência no trânsito (Foto: Sobral 24 horas)
Fortaleza é a capital com o segundo maior número de mortes no trânsito por habitantes, com 27 óbitos para 100 mil habitantes, ficando atrás apenas do Recife (34,7), de acordo o relatório "Retrato da Segurança Viária no Brasil", divulgado na última quarta-feira (4) pela Ambev com a consultoria Falconi.

Ainda de acordo com o estudo, das cinco cidades com maiores índices de morte no trânsito, duas são do Ceará: Barbalha (194 mortes por 100 mil habitantes) e Sobral (108,73).

Os dados são relativos ao ano de 2014 e levam em consideração estatísticas da Associação Nacional dos Transportes Públicos (ANTP), Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em 2014, de acordo com o relatório, 44.471 brasileiros perderam as vidas em acidentes viários e o número absoluto de feridos cresceu 5,9% em relação a 2013, chegando a mais de 203 mil. No mesmo período, os feridos por 100 mil habitantes aumentaram 5%. De 2003 a 2014, mais de 477 mil brasileiros morreram nas ruas, avenidas e estradas e mais de 1,7 milhão ficaram feridos.

O estudo mostra ainda que, nos 12 anos analisados, os acidentes com motos passaram a ser a principal causa de morte no trânsito, subindo de 19% para 37% do total de vítimas fatais. Enquanto isso, o número de feridos entre motociclistas quase quadruplicou: de 31.073 para 119.846.

Em 2003, os acidentes fatais com pedestres eram a maioria, representando 43% do total. Os carros de passeio apareciam na sequência, 29%. De acordo com os dados mais recentes, 24% dos acidentes que levam a óbito são com pessoas a pé e 32% com carros.

Mortes de motociclistas
A análise por região também revela que no Nordeste e Norte, os usuários de moto representam o grupo predominante entre as vítimas. No Nordeste, foram 6.849 vítimas fatais de acidentes com moto (51% do total), mais que o dobro das 3.223 vítimas de acidentes com carro (24%).

Em 2003, as motos representavam 25% das mortes no trânsito na região Nordeste. Desde então, a frota de motos nos estados nordestinos saltou de 1,2 milhão para 6,2 milhões, um aumento de 414%. O usuário de automóvel lidera o ranking de óbitos nas regiões Sudeste (34% do total de acidentes), Sul (39%) e Centro-Oeste (37%).



Fonte G1 Ceará

Duas vítimas fatais em colisão na BR-020



Duas pessoas morreram após uma colisão frontal entre dois veículos na BR-020, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. O acidente ocorreu no início da tarde de quarta-feira (4). 

O acidente foi entre uma motocicleta e um caminhão. As duas vítimas estavam na moto. Uma morreu no local e a outra faleceu no deslocamento para o hospital. Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) isolaram a área, mas não houve interrupção da via. 

A PRF ainda não sabe os nomes das vítimas e as causas do acidente, mas identificou uma delas como mulher.
 
Fonte Diário do Nordeste

Dentro de casa, mulher é assassinada a faca pelo namorado em Varjota-CE



post-feature-image
O lamentável fato ocorreu na noite desta terça-feira (03-01-17), por volta das 21h00, na residência da vítima, na rua Francisca Rodrigues de Farias, no bairro Empréstimos, próximo à fábrica Flor do Vale, em Varjota.

A vítima foi Ana Cleide de Albuquerque, nascida em 08-02-74 (42 anos), comerciante.

O acusado foi a pessoa que tinha um relacionamento amoroso com ela, de nome Leone Morais Rodrigues, conhecido como Bodinho, morador da rua dos Conjuntos, bairro Pedreiras, em Varjota.

Segundo o subtenente B Sousa (o Linha Dura), o acusado é usuário de drogas, já vinha agredindo fisicamente a vítima, praticando furtos contra a mesma, mas ela não queria que ele fosse preso.

Desta vez, segunda a Força Tática de Varjota, quando os dois estavam a sós, ele efetuou 10 perfurações a faca contra Cleide, deixando a faca cravada na mesma.

Quando estava saindo, a filha de 11 anos de Cleide estava chegando e ele teria falado para ela que socorresse a mãe dela, que estava passando mal.

Quando a criança entra, se depara com a cena da mãe caída. Segundo Linha Dura, a menina teria tirado a faca que estava cravada na mãe dela, que já estaria morta.

As outras duas filhas estariam próximo e ainda teriam ouvido os gritos da mãe, mas ficaram com medo de ir verificar e serem mortas por ele.

Também de acordo com a Polícia, após isso, o acusado ainda teria furtado um dinheiro do comércio da vítima.

Anteriormente, o mesmo já teria agredido também o irmão dele, mas a família não queria sua prisão.

Leone já teria tentado se matar, chegou a cortar a própria garganta, mas familiares conseguiram evitar o suicídio.

A mãe dele é uma sofredora.

A revolta da população contra o acusado é grande e a maioria das pessoas acreditam que se populares o encontrarem, ele pode ser linchado.

Mas a Polícia alerta que as pessoas devem evitar fazer justiça com as próprias mãos. A polícia alerta, pois a lei obriga aos policiais  a evitar linchamentos.

Segundo os policiais, além das três filhas que moram em Varjota, Cleide deixa órfãs outros filhos que moram fora.

A vítima era conhecida como uma mulher muito trabalhadora.

Nossos sentimentos a toda a família enlutada e oremos a Deus para que Ele console a todos que estão sofrendo por esta tragédia.


Reprodução Site  www.MassapeCeara.Com  | Roberto Lira Notícias