Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Pai e filho são flagrados com quase meia tonelada de maconha na Bahia


Caminhão onde seguiam pai e filho que foram flagrados com quase meia tonelada de maconha na Bahia (Foto: Reprodução/G1)

Pai e filho foram flagrados com 446 kg de maconha em um caminhão quando passavam no km-677 da BR-116, em Jequié, no sudoeste da Bahia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo saiu da cidade mineira de Salinas e tinha como destino Maceió, em Alagoas.

A PRF informou ainda que, ao abordar o caminhão onde a dupla seguia, o motorista disse que não estava transportando nenhuma carga. Ainda assim, os agentes resolveram revistar os compartimentos e encontraram 19 fardos de maconha. O homem, de 53 anos, e o filho dele, de 24, foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e levados para a delegacia de Jequié.



g1

Usuário de drogas foi assassinado dentro de uma suposta "boca de fumo" em Juazeiro do Norte


Victor foi morto no quintal de uma casa no bairro José Geraldo da Cruz(Foto: Reprodução/Redes sociais)

 

 Após uma semana de tranqüilidade um novo homicídio foi registrado em Juazeiro do Norte. Por volta das 15 horas desta terça-feira o jovem Victor Matheus Silva Pereira, de 19 anos, foi morto com dois tiros que o atingiram na perna e nas costas. O crime aconteceu no quintal de uma casa na Rua Antonio Nunes de Alencar, 53 imediações do Parque Ecológico das Timbaúbas no bairro José Geraldo da Cruz, mas a vítima residia na Rua Antonio Pinheiro Landim, 18 no bairro Antonio Vieira.

Segundo informações da própria família, Matheus era usuário de drogas e vinha sofrendo ameaças de morte. Contra ele, havia uma representação criminal a partir da Delegacia de Juazeiro protocolada na 3ª Vara Criminal no dia 2 de fevereiro de 2016. Testemunhas afirmaram que o rapaz foi perseguido na rua por dois homens em uma moto Honda Fan de cor vermelha e adentrou o imóvel tentando se refugiar no quintal, mas a dupla foi junto. Os acusados ainda saíram do imóvel levando uma sacola e, na casa, policiais militares encontraram 132 gramas de maconha, um moedor da "erva", sacos plásticos usados para embalar drogas e uma faca se constituindo numa suposta “boca de fumo”.

A proprietária da casa, Nathália Souza Alencar, de 25 anos, foi presa e autuada em flagrante para responder por crime de tráfico de drogas. Ela disse nada ter visto em relação ao homicídio e, por isso, desconhecia os autores. Existem suspeitas que vítima e acusado teriam discutido em virtude de um provável rateio de produtos roubados, mas essa informação não é confirmada pela polícia. Diligências foram feitas nas áreas próximas, mas, até o momento, não houve a identificação dos assassinos.

Este foi o 11º homicídio deste ano em Juazeiro do Norte já superando o mês de janeiro de 2016 quando 10 pessoas tombaram mortas. O último de 2017 tinha ocorrido no dia 16 de janeiro quando Luiz Erlano Oliveira da Silva, de 36 anos, o “Lulinha” que residia no Apartamento 201 do Condomínio Tenente Coelho III (Bairro Aeroporto), foi morto a tiros em frente à loja Raí Veículos na Avenida Padre Cícero (Salesianos), por dois homens em uma moto.
Por Demontier Tenório///.miseria.com.br