Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 29 de janeiro de 2017

Romaria das Candeias começa neste fim de semana em Juazeiro do Norte


A Romaria das Candeias foi criada pelo próprio Padre Cícero Romão Batista ( Fotos: Elizângela Santos )


Juazeiro do Norte. A luz formada pelo mar de velas ilumina as ruas deste município e reacende a fé e esperança dos romeiros. É com essa simbologia que a romaria de Nossa Senhora das Candeias, iniciada amanhã, dia 29, reúne milhares de devotos. Até o dia 2 de fevereiro, data do encerramento, quando ocorre a procissão das velas, a Igreja Católica estima que 400 mil romeiros passem pela cidade durante esta romaria, que é considerada a mais bonita de Juazeiro e a terceira maior em número de romeiros, ficando atrás apenas da de Finados - a maior do ano - e de Nossa Senhora das Dores, padroeira da cidade.

Com o tema "No Caminho do Romeiro, Juazeiro é Porta da Misericórdia", a festividade que marca o início do circuito anual de romarias da cidade, terá a abertura oficial amanhã a noite. Às 18 horas, acontece a procissão com a imagem de Nossa Senhora das Candeias e, em seguida, as 19h, será realizado o hasteamento da bandeira da Santa e celebração de missa solene na Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores, que marca o início dos festejos.

O pároco da Paróquia de Nossa Senhora das Dores - Basílica Santuário, Padre Cícero José, lembra que "a romaria traduz a experiência do povo de Deus, que caminha em peregrinação em busca da luz que é Jesus". Ainda conforme o sacerdote, "essa luz da fé, que Maria nos ensinou a carregar, não deve ser levada pelas ruas só durante a romaria, mas em todos os dias de nossa vida".

Para acolher tantos devotos, a Secretaria de Turismo e Romaria de Juazeiro iniciou, há uma semana, um plano de ação com objetivo de solucionar "os principais problemas existentes durante o período de romarias", ressaltou o titular da pasta, José Bezerra Feitosa Júnior.

"Reconhecemos a importância do turismo religioso de nossa cidade e trabalhamos para que a romaria de Candeias seja segura, limpa, com atendimento médico, informações turísticas e trânsito organizado; tudo dentro das expectativas dos romeiros e da população juazeirense", acrescentou Feitosa.



Fonte Diário do Nordeste

Na Bahia, Homem mata ex-mulher, enterra corpo e joga concreto na cova

Homem matou mulher, enterrou em cova e fechou com concreto. Caso foi em Ilhéus, na Bahia (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Momento em que Jeferson cava buraco onde enterrou o corpo da mulher (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)


Um homem de 46 anos foi preso em flagrante na manhã deste sábado (28) suspeito de matar a ex-mulher a facadas e depois enterrar o corpo dela no quintal da casa onde moravam, no município de Ilhéus, no sul da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar, o suspeito, Jeferson Amaral de Carvalho, ainda jogou concreto sobre a cova onde estava a vítima, identificada como Sandra Oliveira, de 43 anos.

Homem matou mulher, enterrou em cova e fechou com concreto. Caso foi em Ilhéus, na Bahia (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Segundo a polícia, ele asfixiou a vítima antes de enterrá-la nos fundos de casa (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)


De acordo com o delegado Luciano Medeiros, plantonista da Delegacia de Ilhéus e que atendeu à ocorrência, o homem foi preso após a PM ser acionada por vizinhos que ouviram gritos e viram o suspeito cavar o buraco onde jogou o corpo da ex-mulher, nos fundos da casa onde os dois moravam.

Conforme o delegado, inicialmente, o suspeito disse que cavou o buraco para obras de um novo cômodo do imóvel. Mas após ser pressionado pela polícia, confessou o crime e cavou novamente a cova para retirada do corpo da ex-mulher.

Ainda segundo Medeiros, a primeira versão dada pelo suspeito à polícia foi de que ele teria atingido a vítima no pescoço após uma discussão e depois a enterrou no buraco. No entanto, em depoimento na delegacia, conforme a polícia, Jeferson relatou que entrou em luta corporal com Sandra e acabou asfixiando ela com uma enxada. Ele ainda disse, segundo o delegado, que, mesmo com a vítima desmaiada, cortou o pescoço dela com uma faca e a enterrou na cova. Em seguida, ele cobriu o buraco com concreto.

O delegado informou ao G1 que Jeferson e Sandra estavam separados, mas a polícia ainda não sabe há quanto tempo. O ex-casal morava na mesma residência, no bairro Alto de Nossa Senhora da Vitória, com dois filhos, de 8 e 15 anos. Eles não estavam no local no momento do crime.

"Segundo os vizinhos, eles brigavam com muita frequência. Ela já namorava outra pessoa, mas pedia dinheiro a ele para os filhos. Ele [suspeito] disse que a briga aconteceu depois da vítima pedir dinheiro a ele de novo. Ele parecia enciumado."Ele levou as crianças [filhos] para a roça na terça-feira. Acreditamos que o crime possa ter sido planejado, por conta disso", afirmou o Medeiros.

O homem foi conduzido para a 7ª Coordenação de Polícia Civil do Interior (Coorpin/Ilhéus), onde está à disposição da Justiça. Segundo o delegado, ele não tem advogado e vai ser ouvido por um juiz, na segunda-feira (30), em uma audiência de custódia. Na ocasião, será definido se ele vai ser encaminhado ao sistema prisional ou vai responder em liberdade.

O corpo da vítima levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus, onde será periciado.




Fonte G1