Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

ATENÇÃO! Motoristas do Ceará podem pagar multas com 40% de desconto



O Sistema que possibilita o desconto foi criado para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).
O Departamento de Trânsito do Ceará (Detran/CE) aderiu, nesta terça-feira (3), ao Sistema de Notificação Eletrônica (SNE). A ferramenta foi criada para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e tem como finalidade permitir que os motoristas paguem as suas respectivas multas com desconto de 40%. Vale lembrar que nessa primeira etapa, o abatimento só será possível para multas interestaduais cometidas fora do Estado. 

De acordo com o uma nota publicada pelo Detran/CE o SNE permite uma comunicação mais eficiente e ágil entre motoristas e órgãos de trânsito e além disso, faz com que o tempo de envio das notificações diminua. 

Para ter acesso ao desconto de 40%, o condutor do veículo precisa fazer o castrado pelo site do SNE e depois, deve reconhecer o cometimento da infração de trânsito. O sistema também já está disponível pelo aplicativo do SNE DENATRAN para smartphones e tablets nas lojas virtuais Google Play ou Apple Store. Até o momento, já foram realizados mais de 360 mil downloads do aplicativo. 

Após o cadastro, o usuário vai receber todas as notificações de infrações através da internet, além de ter acesso aos detalhes de cada multa, podendo até reconhecer a infração, copiar o código de pagamento e, ainda, fazer download do formulário de indicação do condutor responsável pela infração. 

Vale ressaltar que cerca de 15 mil multas interestaduais são emitidas todos os anos pelo Detran/CE. Com a adesão do novo sistema, será feita uma grande economia em gastos com papel, impressão e envio de notificações.

Fonte: Cnews

POLÊMICA: Contra masturbação, deputado quer bloquear conteúdo pornô na internet do Brasil



Marcelo Aguiar defende que o pornô está se transformando na "base da educação sexual dos jovens" e que isso traz uma série de efeitos indesejados.
O deputado federal Marcelo Aguiar (DEM-SP) travou uma batalha contra a pornografia e a masturbação. Para isso, ele apresentou um projeto à Câmara em que obriga as operadores que disponibilizam o acesso à internet a criarem um sistema que bloqueia qualquer conteúdo "de sexo virtual, prostituição e sites pornográficos".

O projeto de lei foi apresentado no final de 2016. Em sua justificativa, o deputado do DEM – que também é cantor na Igreja Evangélica e se autointitula como "servo de Deus" – afirma que há pessoas "viciadas em conteúdo pornô e na masturbação".

"Estudos atualizados informam um aumento no número de viciados em conteúdo pornô e na masturbação devido ao fácil acesso pela internet e à privacidade que celular e o tablet proporcionam", contextualiza.

"Os jovens são mais suscetíveis a desenvolver dependência e já estão sendo chamados de autossexuais – pessoas para quem o prazer com sexo solitário é maior do que o proporcionado, pelo método, digamos, tradicional", afirma.

Para o deputado, o pornô está se transformando "na base da educação sexual dos jovens de hoje, com uma série de efeitos indesejados".


Contra a ideologia de gênero

Marcelo Aguiar está cumprindo o seu segundo mandato como deputado federal pelo estado de São Paulo. Ainda em 2016, ele apresentou um modelo de "notificação extrajudicial", desenvolvido pelo procurador da República Guilherme Shelb, para que os pais ou responsáveis protejam os filhos contra o "ensino da ideologia de gênero pelas escolas".

Schelb chegou a justificar a notificação dizendo que "crianças em desenvolvimento estão sendo expostas a temas complexos e abusivos ao seu entendimento".

"Os pais desses alunos não estão sabendo que isso está sendo ministrado em sala de aula. E mais: isso também é uma violação aos direitos do professor, porque ele está sendo desviado da sua função de educador, para ser levado a ministrar temas morais e sexuais, que a lei não autoriza a escola a fazer", afirma.

O PL 6449/2016, contra a masturbação e a pornografia, que foi entregue à Câmara, está aguardando apensação na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI).

Fonte: último segundo

Pesquisador descobre novo órgão do corpo humano



O corpo humano acaba de ganhar um novo órgão. Chamado mesentério, ganhou um novo patamar após pesquisa realizada pelo professor Calvin Coffrey, especialista em cirurgia da Universidade de Limerick, na Irlanda. O mesentério já existia, liga o intestino à parede abdominal e era considerado uma estrutura fragmentada. Agora, porém, passou a ser uma estrutura separada. Calvin Coffrey provou que se trata de um órgão independente e único.

De acordo com o site de curiosidades científicas IFLS, a descoberta foi anunciada na revista The Lancet Gastroenterology & Hepatology. O órgão faz parte do aparelho digestivo e foi descrito pela primeira vez por Leonardo da Vinci. Porém, até o ano de 2012, ainda persistia a definição que o considerava uma estrutura secundária.

Para que fosse comprovada que o mesentério era realmente um órgão, foi preciso um estudo microscópico confirmando que todas as estruturas eram conectadas entre si. As análises foram, em sua maioria, realizadas em pacientes submetidos à cirurgia para remoção do cólon. “Nós já estabelecemos a anatomia e estrutura, o próximo passo é a função. Se você entende a função, pode identificar anormalidades dela e descobrir uma doença. Ao colocar tudo isso junto, encontraremos a ciência do mesentério, base para uma nova área científica”, afirmou Coffey.

Via curiosamente