Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Deputado Audic Mota defende extinção do TCM deixando 700 funcionários em disponibilidade

Clique para Ampliar
A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê a extinção Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) não é consenso na Assembleia Legislativa. A PEC está tramitando na Casa e deve causar ainda muita polêmica.

O deputado estadual Audic Mota (PMDB) acredita que a proposta é uma forma de cortar gasto sem prejuízos para o trabalho de fiscalização das contas públicas realizadas pelos órgãos. “É um gasto que exige muito sacrifício do Estado, aproxima-se de um gasto que daria, por exemplo, para construir um hospital por ano”.

Apesar da previsão de prejuízo para o trabalho de fiscalização aos gastos públicos, a proposta de autoria de um parlamentar da oposição, o deputado estadual Heitor Ferrer (PSB), já tem o apoio até do líder do governo. “Nós estamos extinguindo o TCM para dar, ao TCE, a condição de tribunal único no Estado do Ceará, para economizarmos dinheiro”.

Na prática, a proposta extingue o TCM e repassa os poderes da corte ao Tribunal de Conta do Estado (TCE). Cada casa tem sete conselheiros. Se a unificação acontecer, haveria uma reformulação na composição do TCE, seguindo o critério de antiguidade entre os membros das duas cortes.

Tribuna do Ceará

"Eu tinha tudo", diz viúva da Mega-Sena, antes de o marido morrer


A última etapa de depoimentos do julgamento da ex-cabeleireira Adriana Ferreira Almeida, acusada de ser a mandante da morte do marido Renné Senna, encerrou na tarde desta quinta-feira (15). Questionada por seu advogado, Jackson Costa Rodrigues, sobre os supostos executores, a réu respondeu: “Alguém que fosse favorecido com a morte dele”.

De acordo com o Extra, a ex-cabeleireira afirmou que não tinha motivos para mandar matar o marido. "Eu tinha tudo”. Ela foi inocentada em 2011, mas a sentença foi anulada em 2014 pelo Tribunal de Justiça. Isso porque o motorista Otávio dos Santos Pereira, genro do milionário, denunciou quebra de incomunicabilidade de dois jurados.

Os executores, Anderson de Souza e Ednei Pereira, ambos ex-seguranças de René, e que teriam sido contratados por Adriana, foram condenados em 2009 a 18 anos de prisão.



Fonte Noticias ao Minuto

WhatsApp permitirá apagar mensagem antes que o outro leia


WhatsApp
A nova versão beta do WhatsApp traz um recurso que há muito tempo os usuários do app desejavam. A nova função permite apagar as mensagens antes que a outra pessoa veja.

A novidade foi identificada na versão 2.17.1.869 do aplicativo para o sistema iOS.

Como está em fase de testes, é possível que a função mude antes de ser liberada para todos os usuários do WhatsApp.

Como funciona

Com o recurso funcionando, a mensagem desaparece, mas o balãozinho não. No seu lugar aparece um aviso, alertando que o usuário "revogou a mensagem".

De acordo com o WABetaInfo, o recurso vale tanto para as conversas privadas como para os bate-papos em grupo. No caso de envio de fotos e vídeo, as mídias também são apagadas do celular do recipiente.

Também será possível editar o conteúdo que já foi enviado. Por enquanto, no entanto, esse recurso ainda está em fase de desenvolvimento e desativado como padrão. O WABetaInfo ainda destaca que só será possível usar a função em conversas recentes, ou seja, não será possível modificar uma mensagem enviada há dois anos, por exemplo.

Ainda não há previsão de liberação da novidade para o público do Windows e Android. 



Fonte Diário do Nordeste