Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Jovem que estuprou a própria tia fica entalado em buraco de esgoto ao tentar fugir



post-feature-image 

Um jovem de 18 anos, suspeito de ter estuprado a tia dele, de 33 anos, tentou fugir da cela onde estava preso e ficou entalado em um buraco, durante a madrugada desta quarta-feira (2) na delegacia de Nova Ubiratã, a 506 km de Cuiabá. Segundo a polícia, o rapaz arrancou o vaso sanitário do chão e cavou um buraco usando as mãos. Ele não conseguiu passar todo o corpo para o lado de fora e acabou entalado.

O sobrinho da vítima foi preso durante a madrugada, depois que a tia o denunciou por estupro. Os dois moram na mesma casa. A mulher relatou à polícia que estava dormindo quando o sobrinho arrombou o quarto dela, a ameaçou de morte e a amarrou nos pulsos para que cometesse a violência sexual.

A mulher chamou a Polícia Militar depois do estupro. Antes de ser preso, o rapaz arranhou o próprio peito e afirmou aos policiais que outro homem havia violentado a tia dele. Para a polícia, o suspeito simulou a situação para tentar fugir, no entanto, foi reconhecido pela tia.

Ele foi levado para a delegacia e ainda seria ouvido sobre a acusação do estupro. Enquanto esperava ser interrogado, o preso retirou o vaso sanitário do piso da cela onde estava e começou a cavar um buraco entre a rede de esgoto e a parede da delegacia.

A polícia diz que ele conseguiu entrar no buraco, no entanto, um pedaço da terra cedeu e o rapaz ficou com parte do corpo entalado. Ainda houve um vazamento de água. O próprio suspeito pediu socorro e foi flagrado nesse buraco pelos policiais. Conforme a polícia, o rapaz ficou preso da cintura para baixo, por mais de uma hora. 


Jovem desconfia que filho não é seu e mata recém-nascido a facadas




                post-feature-image

Nesta última segunda-feira (31) a Polícia Civil ouviu algumas testemunhas e chegou à conclusão de que o crime não foi cometido pela mãe da criança, uma adolescente de 17 anos, mas sim pelo companheiro dela identificado como Erenildo Jesus dos Santos de 24 anos.

De acordo com informações da delegacia de Dário Meira (333 km de Salvador) onde o crime ocorreu, o acusado foi preso ainda no domingo (30) suspeito inicialmente de ter apenas participado do crime. No mesmo dia o corpo da criança foi encontrado por um cão enterrado às margens do Rio Gongogi. Investigações apontam que Erenildo mantinha um relacionamento com a adolescente há cinco anos e que recentemente o casal se separou por alguns meses.

Após reatar o relacionamento, o acusado começou a desconfiar que o filho que sua companheira esperava não era dele. Ainda segundo informações, logo após a gestante ter a criança, Erenildo disse que ia dar o bebê a alguém e acabou cometendo o crime matando o recém-nascido com vários golpes de faca e em seguida enterrou o corpo. A jovem informou à polícia que inicialmente confessou ter matado o filho devido às ameaças do marido dirigidas a ela e aos seus familiares. Erenildo permanece preso no Complexo Policial do município à disposição do Poder Judiciário. O casal tem um filho de 03 anos e o jovem já responde por um homicídio.



  Jerry Mesquita

Menor é encontrado com o pescoço parcialmente degolado no 100º homicídio do ano em Juazeiro.



                       post-feature-image

Exatamente uma semana depois e um novo homicídio foi registrado em Juazeiro do Norte se constituindo no centésimo deste ano no município. Por volta das 6 horas desta quarta-feira populares encontraram o cadáver do adolescente Cícero Ferreira da Silva, de 17 anos, na localidade denominada Vila Nova no bairro Pedrinhas e avisaram à polícia. A cabeça da vítima estava quase degolada supostamente em virtude de golpes de facão.

O menor já tinha algumas passagens pela polícia por furtos e roubos e furtos e uma patrulha comandada pelo Subtenente R. Alberto do Policiamento Ostensivo Geral (POG) esteve no local. Uma das apreensões de Cícero ocorreu em 2012 juntamente com outro adolescente quando trafegavam numa moto Yamaha YBR 125ED de cor vermelha que tinha sido furtada cinco horas antes. Foi no cruzamento das ruas Manoel Casimiro e Francisco Monteiro (Triângulo) e eles disseram que estavam apenas testando o veículo.

Este foi o primeiro homicídio do mês de novembro em Juazeiro e o 100º do ano no município. O último tinha ocorrido quarta-feira, dia 26 de outubro, tendo como vítima José Marcelo Silva dos Santos, de 43 anos, que residia na Rua José Sabiá, 366 perto da Escola Carolina Sobreira (Tiradentes). Ele foi morto a tiros por dois homens numa moto Honda Bros de cor preta numa cadeira de balanço na porta de sua casa. Marcelo respondia por crimes de ameaça, apropriação indébita e porte ilegal de arma de fogo. 
 Repórter Policial Demontier Tenório - Agência Miséria