Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Crueldade: mulher mata a própria filha de três anos após abusar sexualmente da criança


post-feature-image

Um #Crime brutal deixou revoltada a população de uma pequena cidade a 380 km de São Luiz, capital do Maranhão. De acordo com a polícia, Deilandia dos Santos Assunção, de 19 anos, é acusada de torturar e matar de forma brutal a própria filha, de apenas três anos de idade. O crime bárbaro aconteceu em uma comunidade rural chamada Baixão Grande, no município de São Domingos, interior do estado, no último dia 13.

De acordo com informações, a mulher só não foi linchada porque a polícia chegou a tempo de impedir os moradores, que ficaram bastante revoltados com o crime cometido contra a própria filha. A mulher, juntamente com seu esposo, que é padrasto da criança, foram presos em flagrante e levados para a delegacia. O crime chamou a atenção de todos os moradores devido à #crueldade com que foi praticado.

De acordo com o delegado regional Rildo Portela, titular da 13.ª Delegacia de Presidente Dutra, a mulher confessou ter praticado o crime contra a menina, e disse em depoimento que torturou a filha até a morte, contando que chegou a pisar sobre os braços e pernas da criança até quebrar seus membros. Além disso, ela ainda abusou sexualmente da menina no momento em que introduziu um pedaço de cano na sua vagina, e aplicou vários golpes na cabeça da filha, causando vários cortes profundos. No seu depoimento, Deilandia dos Santos disse que matou a menina porque ela chorava muito e dava muito trabalho, além disso, no dia do crime a criança teria defecado na roupa.

De acordo com a polícia, o principal suspeito do crime, a princípio, era Antonio Matias Oliveira Sobrinho, o marido de Deilandia. Porém, a acusação foi retirada após a mulher confessar o #assassinato. No entanto, nesta segunda-feira (14), Antonio foi preso, depois de Deilandia ter confessado a participação do companheiro nos crimes de estupro e agressão física cometidos contra a criança. A polícia acredita que o motivo teria sido o fato de ele não aceitar os filhos de Deilandia, frutos de outro relacionamento. Antonio Matias nega sua participação.


ÚLTIMA HORA: Polícia Federal prende nesta quinta-feira o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, por desvio milionário de verbas



Conforme a PF e o Ministério Público Federal, o ex-governador é acusado de liderar um grupo que desviou cerca de R$ 224 milhões.
Agentes da Polícia Federal e da força-tarefa do Ministério Público Federal do Rio cumprem nesta manhã de quinta-feira (17) dois mandados de prisão preventiva contra o ex-governador Sérgio Cabral - já preso - e outras oito pessoas ligadas ao peemedebista, acusado de liderar um grupo que desviou cerca de R$ 224 milhões em contratos com diversas empreiteiras.

Desse total, cerca de R$ 30 milhões são referentes a obras tocadas pela empreiteira Andrade Gutierrez e a Carioca Engenharia. A ex-primeira-dama, Adriana Ancelmo é um dos alvos, porém, ela será levada para depor na sede da PF local em condução coercitiva. Adriana Ancelmo, que deve ser liberada após prestar depoimento, chegou a ter o seu pedido de prisão pelo MPF analisado pela Justiça, mas negado pelo juiz Marcelo Bretas.

Os agentes entraram dentro do apartamento do ex-governador, no Leblon, Zona Sul do Rio. Até o momento dez pessoas foram presas: Cabral, Wagner Jordão Garcia, ex-assessor do ex-governador, o ex-secretário de Governo Wilson Carlos, com dois mandados de prisão também (temporária e preventiva), e outras sete pessoas.

Outros

Além de Cabral, são alvos da operação o ex-secretário estadual de Obras Hudson Braga, e o ex-assessor do governador Carlos Emanuel de Carvalho Miranda, o Carlinhos, ex-marido de uma prima de Cabral.

Outros operadores são alvos da ação: José Orlando Rabelo e Luiz Paulo Reis. No total, há 34 mandados de busca e apreensão em três cidades além do Rio - Mangaratiba, Paraíba do Sul e Itaipava, e outros 14 de condução coercitiva.

Todos os alvos de prisão preventiva deverão ser levados para a Superintendência da PF no Rio, e após prestarem depoimento, serão encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para realizar exames de corpo de delito.

Com informações de O GLOBO

TRAGÉDIA EM GOIÂNIA: PAI MATA O PRÓPRIO FILHO COM 04 TIROS E DEPOIS COMETE SUICÍDIO; VÍDEO



O crime aconteceu na última terça feira (15) na esquina da Rua 25-A com a Avenida República do Líbano, no Setor Aeroporto, em Goiânia. O pai, engenheiro civil Alexandre José da Silva Neto, de 60 anos, disparou contra o filho, Guilherme Silva Neto, de 20 anos, que era estudante de matemática pela Universidade Federal de Goiás. Após matar o filho com 04 disparos, o pai ali mesmo abraçado com o corpo apontou a arma para própria cabeça e se matou. A mãe do jovem, a delegada aposentada Rosália de Moura Rosa Silva, disse à polícia que, na manhã do crime, pai e filho tiveram uma discussão motivada pela reintegração de posse em uma unidade ocupada por estudantes. O jovem queria ir, mas o pai não permitiu. O engenheiro, no entanto, saiu de casa, e Guilherme também, logo em seguida. Quando o idoso retornou e não viu o filho, foi à sua procura. "O pai surpreendeu o filho próximo à Praça do Avião. Segundo testemunhas, nesse momento, ele teria efetuado quatro disparos. Mesmo ferido, o jovem chegou a correr, mas o pai entrou no carro e o perseguiu até alcançá-lo. Foi quando ele atirou outras vezes", contou o delegado. Após matar Guilherme, Alexandre se debruçou sobre ele e atirou contra si. O engenheiro foi socorrido e levado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), mas também morreu. Um homem, que não quis se identificar, chegou ao local no momento do crime. "De início, escutei três disparos. Eu escutei uma gritaria, aí a hora que eu cheguei perto do portão vi o senhor recarregando a arma", contou. O corpo de Guilherme é velado desde o início da manhã desta quarta-feira (16) no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. O enterro está previsto para o final desta tarde.

Informações: G1 / Goiás
Vídeo e Narração: Alison Maia - Repórter Policial