Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sábado, 19 de novembro de 2016

No Crato do medo e da morte o crime não para



Por volta das 22h:00min a composição policial do FTA MOTO estavam realizando policiamento ostensivo no Bairro Alto da Penha, à Rua Padre Ibiapina, quando ao chegarem próximo á Rua Saturnino Candeia receberam informações do povo que teriam ouvido tiros em direção do bairro Mutirão. A equipe ao se dirigir na direção dos disparos, se deparou com uma pessoa deitada numa calçada na Rua Saturnino Candeia, próximo ao Nº 395, Mutirão, vítima de lesão à bala à altura visível da cabeça. O mesmo encontrava-se com sua namorada que informou que dois indivíduos não identificados, de posse de uma arma de fogo e em uma motocicleta de características desconhecida, efetuaram disparos na vítima Weslei da Silva Ribeiro, natural de São Paulo, solteiro, estudante, nascido em: 03/12/200, residente na Rua Pedro Vilar, Nº 193, Mutirão, Crato-CE. Que foi repassada a ocorrência a CIOPS Crato e acionado o SAMU que ao chegar no local através da Drª Lima e da enfermeira Luana constataram o óbito da vítima

Blog do Gesso

Cadeirante mata ex-companheira e comete suicídio


Um crime cruel foi registrado na manhã desta sexta-feira (18), no bairro Pici, em Fortaleza. Um cadeirante, identificado como Pedro Cipriano da Costa, de 60 anos, matou sua ex-companheira, Maria de Fátima Alves Lisboa, de 39 anos. De acordo com informações, ele utilizou uma barra de ferro para cometer o homicídio. Em seguida o homem cometeu suicídio.

Mesmo separados e sem qualquer tipo de relacionamento, segundo vizinhos, o homem não aceitava o fim do relacionamento e morava na mesma casa da ex-mulher, desde quando teve as pernas amputadas, há cerca de um ano, devido a diabetes. Os quatro filhos do casal, todos menores, também moravam no imóvel, localizado na Rua Pernambuco, onde aconteceu o crime.
De acordo com informações, o homem era extremamente ciumento e, mesmo cadeirante, agredia constantemente a ex-mulher. Maria de Fátima, por sua vez, tinha retomado os estudos e planejava sair de casa com os filhos. Mas na manhã desta sexta, Pedro Cipriano conseguiu agredir a mulher com uma barra de ferro. Após cometer o homicídio, ele subiu a escada, e se enforcou.
Vizinhos disseram que escutaram os gritos da vítima, mas a casa estava trancada. Eles acionaram a Polícia. Ao chegarem ao local os militares arrombaram a porta e ao entrarem avistaram a mulher e o homem, já mortos.
O irmão de Maria de Fátima, Fábio Alves, disse que ela tentava deixar a casa, mas que o ex-marido não aceitava a separação, o que ocasionou o homicídio.
Fonte: Cnews