Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Polícia apreende carregamento de cocaína na RMF avaliado em mais de R$ 1 milhão


Cocaína 88
O carregamento de cocaína estava escondido em um fundo falso na carroceria desta caminhonete
Cocaína 1
A droga foi recebida na Bahia e trazida para Fortaleza, onde seria entregue a vários traficantes
cocaína
Segundo o homem preso na operação, cada quilo de cocaína de cocaína é vendido por R$ 15 mil
Um carregamento de drogas, composto por cerca de 104 quilos de cocaína, foi apreendido nesta quinta-feira (24) numa operação conjunta das policiais Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF) na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A droga iria abastecer vários pontos de vendas de entorpecentes em Fortaleza e foram encontradas em um fundo falso de uma caminhoneta interceptada na BR-116.
O veículo, com placas de Goiânia (GO), foi cercado pela Polícia no quilômetro 19 na rodovia federal, na altura do Município de Itaitinga depois de ser rastreado a partir do momento em que entrou em território cearense procedente da Bahia.
Apenas o motorista ocupava a caminhoneta. Trata-se se um homem de 54 anos de idade. Em depoimento na sede da PF, ele confessou ter recebido a droga na Bahia e que iria entregá-la nesta Capital. Não citou, porém, o nome do destinatário.  Em troca, receberia cerca de R$ 10 mil. A PF, através de sua Delegacia de Repressão aos Entorpecentes (DRE) agora vai aprofundar as investigações para identificar quem iria receber o carregamento de coca.
Fundo falso
Os policiais localizaram os pacotes de cocaína, em forma de “tijolos”, escondidos em um fundo falso na carroceria da caminhoneta. O trabalho foi demorado até que a droga fosse toda retirada.
 Segundo as autoridades, o homem contou que cada quilo da coca seria vendido por cerca de R$ 15 mil, o que levou as autoridades a contabilizar em mais de R$ 1 milhão o valor do carregamento apreendido. /////blogdofernandoribeiro.com.br

Em madrugada de terror, quadrilha explode agência bancária em Jaguaribara, atira na PM e incendeia carros

Jaguaribara 3Jaguaribara 2Jaguaribara 1   
As explosões foram tão fortes que destruíram completamente a agência do Banco do Brasil 
A madrugada desta sexta-feira (25) foi de muita violência no Vale do Jaguaribe, quando uma quadrilha, fortemente armada, atacou a agência do Banco do Brasil da cidade de Jaguaribara (a 283Km de Fortaleza), usou explosivos para destruir os caixas eletrônicos e o cofre e, ainda, disparou tiros contra a sede do destacamento da PM.
O ataque foi marcado pela violência. O grupo chegou a Jaguaribara em dois automóveis e várias motocicletas e se dividiu na hora da ação criminosa. Parte da quadrilha se encarregou de cercar a sede do Destacamento da PM e a outra seguiu para a agência bancária situada próxima dali, no Centro.
Moradores disseram ter ouvido, além de muitos tiros, ao menos três explosões. A força da detonação dos artefatos foi tão forte que destruiu completamente a agência. Não se sabe, ainda, se os ladrões conseguiram roubar o dinheiro dos caixas e do cofre.
Cercados pela quadrilha, que utilizava armas como pistolas e espingardas de calibre 12 (escopetas), os policiais militares não tiveram como enfrentar o bando. A viatura ficou destruída com os disparos.
Carros incendiados
Depois do ataque, o bando fugiu em direção ao vizinho Município de Jaguaretama e incendiou dois veículos. Um deles ficou atravessando na ponte sobre o Rio Jaguaribe, impedindo que viaturas da Polícia passassem pelo local. O segundo automóvel foi incendiado na rodovia estadual CE-231, que liga os dois Municípios.
Patrulhas da 3ª Companhia do 1º BPM (Jaguaribe) e do Comando Tático Rural (Cotar) estão em diligências na região, com o apoio dos Destacamentos das cidades próximas. Mas, até o momento, ninguém foi preso. /////.blogdofernandoribeiro.com.br