Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Em presídio do RN, detentos tentam incendiar bloqueadores de celular



Motim aconteceu nesta quarta (3), na Penitenciária Estadual de Parnamirim. Instalação de equipamentos motivou onda de ataques no estado. Detentos da Penitenciária Estadual de Parnamirim, localizada na Grande Natal, fizeram um motim na noite desta quarta-feira (3). Segundo o secretário estadual de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, os presos empilharam colchões no pé do muro e atearam fogo. "O objetivo era que as chamas atingissem o transformador ou a própria torre onde foram os instalados os bloqueadores de celular", disse. Segundo o governo do estado, foi a instalação destes bloqueadores que motivou a onda de ataques iniciada no Rio Grande do Norte na última sexta-feira (29). O Corpo de Bombeiros apagou o fogo e não há registro de feridos, e o motim foi controlado. Policiais militares do Batalhão de Choque e agentes penitenciários da própria Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania também foram acionados e estiveram na penitenciária para ajudar a controlar a situação. Ainda de acordo com Virgolino, 12 presos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do estado, foram transferidos ainda nesta quarta para a unidade de Parnamirim, o que também pode ter colaborado para uma revolta ainda maior dos internos. A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed) já registrou 96 ataques em 33 cidades do Rio Grande do Norte nos últimos cinco dias. Até às 19h30 desta quarta, 86 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento nos ataques. Até o momento, a Sesed confirmou ocorrências em 33 cidades: Natal, Parnamirim, Macaíba, São José de Mipibu, Caicó, Currais Novos, Caiçara do Norte, Santa Cruz, Mossoró, Extremoz, João Câmara, Jardim de Piranhas, Assu, Tangará, São Gonçalo do Amarante, Touros, Maxaranguape, São Paulo do Potengi, Goianinha, Florânia, Rio do Fogo, São José do Campestre, Canguaretama, Cruzeta, São Vicente, Tenente Laurentino Cruz, Jardim do Seridó, Pedro Avelino, Montanhas, Lagoa Nova, São Tomé, Pendências e São Fernando. Fonte: G1

Tropa do Exército chega ao RN para integrar combate a ataques


Homens do Exército chegaram ao Rio Grande do Norte na manhã desta quarta-feira (3). Eles vão se integrar às forças de segurança pública estaduais no combate aos ataques criminosos que vêm ocorrendo na capital e em cidades do interior desde a sexta-feira (29). Ao todo, cerca de mil homens chegaram nesta quarta vindos de Paraíba e Pernambuco. No domingo (31), o presidente em exercício, Michel Temer, autorizou o emprego de 1,2 mil militares no combate aos ataques criminosos. Temer atendeu a uma solicitação do governador Robinson Faria (PSD). Na tarde desta terça (2), o ministro da Defesa, Raul Jungmann, assinou a diretriz que detalha como os mil homens do Exército Brasileiro e outros 200 da Marinha do Brasil vão atuar no RN. Segundo o Exército, nesta quinta (4), o ministro virá a Natal para detalhar como será a atuação dos militares. Os homens que chegaram nesta quarta vêm de batalhões sediados em João Pessoa e Campina Grande, na Paraíba; Jaboatão dos Guararapes e Garanhuns, em Pernambuco; e também de Caicó, no interior do Rio Grande do Norte. Fonte: G1

Trump expulsa de comício mãe com bebê que chorava


O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, protagonizou nesta terça-feira uma nova polêmica ao expulsar de um de seus atos de campanha um bebê que chorava e a sua mãe, que estava com a criança. Em um primeiro momento, Trump se dirigiu à mãe em tom afável: "Não se preocupe com o bebê. Amo os bebês. Escuto um bebê chorar e gosto. Que bebê! Que lindo bebê. Não se preocupe, não se preocupe". O magnata nova-iorquino seguiu com seu comício em Ashburn, no Estado da Virgínia, mas o choro da criança não cessou e em menos de dois minutos mudou de opinião. "Na realidade só estava brincando, você pode levar esse bebê daqui", disse Trump, entre alguns risos e tímidos aplausos. Em seguida, se justificou diante da plateia zombando da mãe: "Eu acho que, na realidade, ela acreditou que eu gosto que haja um bebê chorando enquanto falo". O candidato republicano acumula problemas desde que enfrentou os pais de um soldado americano muçulmano morto no Iraque, uma atitude que lhe trouxe críticas em seu próprio partido. Além disso, o magnata aumentou o combate que mantém com seus críticos dentro do partido ao rejeitar dar seu apoio à reeleição do presidente da Câmara Baixa, Paul Ryan, e do prestigiado senador John McCain, dois autênticos pesos-pesados dos republicanos.
via///camocimimparcial.

Vivo demite funcionários


A vida não anda fácil para as operadoras de telefonia. Nesta quarta (3), a Vivo realizou a demissão de cerca de 300 pessoas.
A justificativa é a de sempre: corte de custos.
Veja Onlin