Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sábado, 27 de agosto de 2016

10 PRESOS CAVAM BURACO E FOGEM DA CADEIA, EM CASCAVEL (CE)


FOTO ILUSTRATIVA
 Uma fuga de presos foi registrada na noite dessa quinta-feira, 25, na Cadeia Pública de Cascavel, a 64 km de Fortaleza. Dez detentos conseguiram fugir após cavarem um buraco e serrarem grades de duas celas. A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) informou que as buscas já foram iniciadas. De acordo com a Sejus, depois de serrar as grades, os detentos conseguiram pular o muro da cadeia com uma corda feita de tecidos. Os fugitivos são: Antônio Welen de Lima, Anderson Araújo de Lima, Fabiano da Fonseca Andrade, Flavyano de Sousa Silva, Iliton da Silva, José Océlio da Silva Costa, Marcelo de Sousa Ribeiro, Rodrigo Alves Souza, Tales Ítalo Maria de Sousa e Ítalo dos Santos Sousa. Essa é a segunda fuga de presos no Interior do Ceará, em apenas dois dias. Na madrugada desta terça-feira, 23, cinco detentos fugiram da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III) , em Itaitinga, sendo dois recapturados. O POVO

3 BRASILEIRAS SÃO ENCONTRADAS MORTAS EM PORTUGAL, NAMORADO DE UMA DELAS CONFESSOU O CRIME


As brasileiras Lidiana, Michele e Thayane/REPRODUÇÃO FACEBOOK Três brasileiras que estavam desaparecidas desde janeiro foram encontradas mortas, nesta sexta-feira, 26, no fundo de um tanque, em um hospital veterinário de Cascais (25 km de Lisboa), em Portugal. As jovens foram identificadas como Michele Santana Ferreira, de 28 anos, que estava grávida, Lidiana Neves Santana, de 16, e Thayane Milla Mendes, de 21. As informações foram divulgadas no jornal português Correio da Manhã. Michele e Lidiana eram irmãs, nascidas em Minas Gerais. A capixaba Thayane era amiga delas. O namorado brasileiro de Michele, Dinai Gomes, morava e trabalhava em Cascais, no hotel para cachorros onde os corpos foram encontrados. A Polícia Judiciária de Portugal foi avisada sobre a localização dos corpos pela Interpol após Dinai confessar o crime à Polícia Federal no Brasil. A mãe das irmãs, a auxiliar de serviços gerais Solange Santana Leite, 50, disse que recebeu a notícia da morte das filhas por uma amiga que mora em Portugal. De acordo com ela, Michele morava em Lisboa há nove anos com o brasileiro com quem mantinha um relacionamento. No fim do ano passado, Lidiana foi morar com a irmã e, em janeiro, Thayane também viajou para Portugal. A amiga chegou a Lisboa pouco antes do desaparecimento, no dia 28 de janeiro de 2016. Solange perdeu o contato com as três e pediu informações ao namorado da filha mais velha. ''Ele disse que elas estavam bem e que iriam para Londres. Ele disse que Michele tinha largado o emprego [de faxineira] e saído do Facebook para não ser encontrada pela ex-patroa. Mas eu desconfio dessa história'', afirmou a auxiliar de serviços gerais em entrevista ao jornal Extra. De acordo com o Correio, o namorado de Michele voltou para Minas Gerais sem Michele, deixando a família em alerta. O desaparecimento das jovens foi reportado à Interpol no dia 11 de fevereiro. Familiares tentaram contato, mas os celulares das vítimas estavam desligados e as contas do Facebook haviam sido apagadas. O POVO

Três adolescentes são executadas a tiros no município de Camaçari


Três jovens, identificadas como Renata Carneiro Cruz, 16 anos; Emile Lampanche Rocha, 17 anos e Vitória Nataline Carneiro Cruz, também de 17 anos, foram executadas na noite desta sexta-feira (26), dentro de uma residência na Rua Maria Meire, no bairro Nova Vitória em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com a Central de Polícia, as vítimas foram alvejadas por disparos de arma de fogo. Três adolescentes são executadas a tiros no município de Camaçari Populares que entrarm em contato com a reportagem do Bocão News e pediram para não ser identificados, informaram que, além das jovens executadas, um adolescente de 16 anos, de iniciais I.A.M.P., deu entrada no Hospital Geral de Camaçari (HGC), atingido no ouvido por um dos tiros, ele encontrava-se dentro da residência juntamente com as garotas. Informações ainda dão conta de que I.A.M.P. já foi apreendido em outra ocasião por policiais do Setor de OPerações de Inteligência (SOInt), do 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM) em posse de entorpecentes. Ainda de acordo o popular que entrou em contato com site, as jovens não possuíam passagem pela polícia. Não há informações sobre os autores, como teria ocorrido a execução e o que teria motivado os criminosos. 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM) aguarda o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para os trabalhos de perícia e remoção das vítimas. Bocão News