Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Mãe é presa após inventar sequestro de bebê e esconder corpo em panela


A babá Renata Cerqueira, que denunciou no sábado (20) o sequestro do próprio filho, em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, foi presa na segunda-feira (22) após confessar ter escondido o corpo do bebê de dois meses, horas depois de ele ter sido achado dentro de uma panela de pressão, na casa dela. Segundo a mãe, a criança morreu afogada em uma banheira.

A babá confessou ter inventado o sequestro após quatro horas de depoimento. Ela diz que o bebê morreu afogado durante banho em uma banheira, na tarde de sábado (20).

"Segundo Renata, a mãe da criança, ela informa que a criança morreu de forma acidental, ela demonstra que não estava satisfeita com o relacionamento que ela mantinha com o pai da criança. Isso talvez possa ser o motivo da criança ter morrido. Ela não demonstra frieza, ela demonstra que não está muito bem das faculdades mentais", diz o delegado Delmar Bittencourt. Renata está detida na delegacia de Eunápolis.

Depois de dois dias de buscas, a criança foi achada morta. Segundo a polícia, o bebê foi achado morto em avançado estado de composição pela patroa de Renata, que tinha ido à casa da funcionária, por causa do desaparecimento do filho dela, na segunda-feira. Conforme Valéria Chaves, responsável pela 23° Coordenadoria Regional de Eunápolis, quando a mulher chegou na casa da funcionária, a porta estava encostada e, por isso, ela resolveu entrar.

"Ao chegar no imóvel que estava vazio e com a porta aberta, a patroa de Renata começou a sentir um mau cheiro e investigou de onde vinha o odor. Quando ela abriu a panela de pressão, viu o corpo de um bebê e chamou a polícia. A mãe não estava na casa, pois haveria um protesto na cidade por conta do desaparecimento da criança", relatou Valéria.

Sequestro

Segundo a Polícia Civil, quando denunciou o suposto sequestro do filho, ela contou que a criança estava na sala de casa, dormindo em um carrinho, quando foi levada. Testemunhas informaram à polícia que uma mulher saiu da casa com a criança e fugiu do local em um carro.

Segundo o delegado plantonista Wendel Ferreira, ela contou que estaria nos fundos da casa, lavando roupas, e por conta do barulho do som na casa dos vizinhos, só percebeu o crime quando a avó do bebê chegou na casa e procurou a criança.

De acordo com as testemunhas ouvidas pela polícia, a mulher que teria levado o bebê tinha estatura mediana, pele morena e cabelo preso em um coque.

A criança morava com a mãe. O pai do bebê mora em outro local e já foi ouvido pela polícia, que descartou a participação dele no crime. Imagens de câmeras de segurança da região serão solicitadas pela polícia para ajudar na investigação.

Fonte: G1

Enfermeiros e técnicos do HRC reclamam salários atrasados


Enfermeiros e técnicos cooperados do Hospital Regional do Cariri (HRC), em Juazeiro do Norte, cobram o recebimento de salários atrasados. O último pagamento ocorreu no dia oito de agosto, sendo este referente à produção fechada no dia 25 de maio.

Segundo uma técnica de enfermagem essa situação já acontece há muito tempo. A reportagem do site Miséria teve acesso ao controle de acesso da profissional de saúde pelo site da COOPEN-Cooperativa dos Profissionais de Enfermagem do Ceará.

No demonstrativo de produção da técnica de enfermagem é possível comprovar a veracidade do relato dela. A data de fechamento da produção foi realmente dia 25 de maio de 2016 e o pagamento desse mês trabalhado só aconteceu no último dia oito de agosto.

A cooperativa informou a reportagem do site Miséria, que a demora no pagamento dos vencimentos dos profissionais do HRC é devido ao atraso do repasse que é realizado pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), responsável pela administração do HRC. Já o instituto afirma que o atraso é por parte do Governo do Estado. Enquanto segue o impasse, os enfermeiros e técnicos do HRC trabalham três meses para poder receber um mês.
Fonte: Site Miséria

Polícia Federal vai a Parambu conter tensão eleitoral


O líder do partido Solidariedade na Câmara Federal, deputado cearense Genecias Noronha se reuniu com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha e o Presidente Michel Temer, nesta segunda-feira, 22, em Brasília, para pedir segurança à Polícia Federal.
Na tarde do último sábado, 20, o parlamentar compareceu a Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá onde, acompanhado de sua esposa, a deputada estadual Aderlânia Noronha, registrou um Boletim de Ocorrência. Ao delegado Genecias declarou que, durante visitas políticas feitas ao comércio da cidade de Parambu estava sendo seguido e constrangido por algumas pessoas.
Nesta segunda, Genecias Noronha solicitou escolta da PF para ele, a esposa e seu irmão, Filho Noronha, candidato a Prefeito de Parambu, quando estiver em sua terra natal. Após ouvir a solicitação do parlamentar o Ministro Eliseu Padilha assegurou que a partir da próxima segunda-feira, 29, agentes federais estarão na cidade para apaziguar os ânimos e garantir a segurança.
Fonte: Ceará Agora