Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 1 de janeiro de 2017

Mulher corta pênis do marido ao descobrir que filha foi abusada

post-feature-image

Mulher de 24 anos cortou o pênis do marido Cachoeiro de Itapemirim no sul do Espírito Santo. Fato foi registrado no início da semana.

A jovem ficou revoltada após a filha de seis anos contar que foi abusada sexualmente pelo padrasto. O crime, segundo relatado pela criança ocorreu no último sábado (24).

De acordo com informações da Polícia Civil, no sábado a menina estava com a avó, que é deficiente visual, enquanto a mãe foi na casa de uma amiga. O homem se aproveitou e tentou ter relações sexuais com a menina.

Indignada com a situação, a mulher pegou uma faca de cozinha e cortou o pênis do companheiro. O homem foi levado para Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro, onde passou por uma cirurgia de duas horas para reconstrução do órgão e permanece em recuperação.

Segundo o delegado Guilherme Eugênio, a menina passará por exame de conjunção carnal e, caso seja comprovado que houve o abuso, o padrasto responderá processo por crime de violência sexual contra menor, mas em liberdade, pois não houve flagrante.

Já a mãe foi levada para a prisão feminina e vai responder por crime de lesão grave, podendo pegar de um a cinco anos de prisão.


TERROR: Homem invade festa de réveillon, mata a ex-mulher, o filho de 08 anos e mais outras 10 pessoas e comete suicídio


Corpo de uma das 12 vítimas de chacina é retirado de casa em Campinas
Corpo de uma das 12 vítimas de chacina é retirado de casa em Campinas



Uma festa de Réveillon terminou em tragédia na cidade de Campinas, no interior de São Paulo. Um homem invadiu uma casa, localizada no Jardim Aurélia, e matou a tiros a ex-mulher, o filho de nove anos e outras dez pessoas que estavam no local.

Segundo a Polícia Militar, o assassino se matou na sequência com um tiro disparado contra a própria cabeça. Ao todo, foram baleadas 15 pessoas na residência. Das quatro pessoas que foram resgatadas com vida da casa, uma morreu no hospital e outras três permanecem internadas em estado grave nas unidades de emergência de Mário Hatti e Celso Pierro.

A lista com os nomes das vítimas fatais ainda não foi divulgada pela polícia, mas entre elas estão nove mulheres, uma criança e dois homens.

Crime

O atirador foi identificado apenas como Sidney. Ele seria ex-marido de uma das vítimas, que morreu no local. De acordo com a PM, o acusado não teria aceitado a separação e, por isso, teria cometido o crime. A chacina ocorreu pouco antes da virada do ano, na rua Pompílio Morandi. De acordo com testemunhas, o acusado chegou ao local de carro e invadiu a casa pulando um muro.

Ao entrar na casa, atirou contra as pessoas que estavam na festa. Um dos convidados que viu a cena conseguiu pular o muro da residência e pediu ajuda a um vizinho, que chamou a polícia.Os corpos das vítimas já foram retirados do local. Vizinhos e testemunhas, até agora, não quiseram falar com a imprensa.

A chacina será registrada no 4º Distrito Policial da cidade.
Fonte Diário do Nordeste