Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

IDOSO MORRE AO SER ATINGIDO POR RAIO QUANDO CUIDAVA DA PLANTAÇÃO NO CEARÁ

Um idoso de 72 anos morreu depois de ser atingido por um raio, em Caririaçu, na Região do Cariri do Estado. Os familiares disseram para a Polícia Militar que José Correia Gomes morava na localidade de “Sitio Patos” e saiu para cuidar da plantação na tarde de quarta-feira (18), mas não retornou. Os familiares foram procurar e encontraram o corpo dele.

A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) confirmou que ele foi atingido por uma descarga elétrica e não resistiu. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou das sete horas da manhã desta quarta-feira às sete horas desta quinta-feira (19) precipitações de 25 milímetros na cidade de Caririaçu.

Veja cuidados durante tempestade:

Dentro de casa: evitar o uso do celular, secador de cabelo e ferro elétrico conectados à tomada. Evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica. Evitar consertos de instalações elétricas e se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.

Fora de casa: evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame, tubos metálicos e principalmente linhas telefônicas ou elétricas. Evitar estar em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados.


 

Fonte G1 Ceará

Tentativa de resgate em massa de presos na CPPL 3 termina em intenso tiroteio, PM baleado e um presidiário morto

CPPL 3 morto
Detento acabou morto durante a tentativa de fuga que resultou em um cerrado tiroteio
CPPL 3 - portão aberto
Presos danificaram um portão nos fundos e chegaram ao alambrado, onde foram contidos pela PM
CPPL 3 - PM baleado
Soldado Fontenele foi baleado durante o tiroteio no presídio e está internado no IJF. O novo comandante-geral da PM, coronel Ronaldo Viana, visitou o soldado no começo da manhã
Um preso morto, um policial militar ferido e dezenas de tiros. Este foi o resultado de uma tentativa de fuga coletiva ocorrida na madrugada desta quinta-feira (19), no Complexo Penitenciário de Itaitinga, na BR-116, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).  Detentos de duas vivências conseguiram chegar ao alambrado que circunda a Casa de Privação Provisória da Liberdade Professor Jucá  Neto, a CPPL 3, depois de danificar as grades dos xadrezes e corredores.
O grupo de aproximadamente 100 detentos, das Vivências E e F conseguiu serrar as grades  e se aproximar da área externa, mas foi rechaçado pela guarda externa. Policiais militares que estavam nas guaritas reagiram enquanto bandidos do lado de fora davam apoio aos comparsas, atirando contra os militares.
No intenso e demorado tiroteio, um dos presos que tentava escapar caiu morto junto ao portão de acesso às Vivências, enquanto um dos militares acabou recebendo vários tiros. Trata-se do soldado PM Fontenele, destacado no Batalhão de Policiamento de Guarda de Estabelecimentos Penais (BPGEP).
Bala
O militar recebeu, pelo menos, oito tiros, sedo três nas costas, um em cada braço, além de disparos de raspão na cabeça.  Socorrido por colegas e agentes penitenciários, ele foi colocado numa ambulância da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que recebeu escolta de várias viaturas até chegar ao Instituto Doutor José Frota (IJF).
O militar passou por procedimento de emergência e, mesmo com a grande quantidade de tiros que sofreu, seu estado de saúde é considerado estável. No começo da manhã, ele recebeu a visita do novo comandante da PM, coronel Ronaldo Viana.
Já o preso morto durante o confronto não teve, ainda, sua identidade revelada. O corpo dele foi removido no começo da manhã pela equipe da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e permanece na Coordenadoria de Medicina Legal (Comel).
Com a reação da PM, os presos que planejavam a fuga em massa recuaram para o interior do presídio, deixando parte do alambrado já danificado, com buracos por onde eles passariam. Os comparsas que estavam armados do lado de fora e se encarregavam de atirar contra os sentinelas acabaram fugindo em vários veículos ou a pé pelo matagal que circunda a CPPL.
Ainda nesta manhã, a Secretaria da Justiça e da Cidadania deverá determinar uma operação de varredura na CPPL 3 com o objetivo de localizar objetos ilícitos nas celas, como armas, munições, drogas e aparelhos celulares e, ao mesmo tempo, fazer a contagem dos presos para saber se houve alguma fuga./////////////blogdofernandoribeiro.com.br