Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Homicídio na cidade de juazeiro do Norte

Três dias depois e um novo homicídio foi registrado em Juazeiro do Norte. No início da tarde desta segunda-feira Luiz Erlano Oliveira da Silva, o “Lulinha”, que completaria 36 anos nesta quinta-feira, foi morto a tiros em frente à loja Raí Veículos que funciona na Avenida Padre Cícero no bairro Salesianos. Segundo testemunhas, o crime foi praticado por dois homens que fugiram numa motocicleta. Ele era filho do vendedor de veículos, Josué Oliveira, e já tinha sido vítima de um atentado à bala. No início da madrugada do dia 24 de dezembro de 2013 Lulinha trafegava com o seu irmão, Cícero Wagner Oliveira da Silva, de 37 anos, em um Fiat Uno de cor azul Avenida Virgílio Távora (Aeroporto) quando atiraram na direção do carro atingindo o para brisa e a porta do lado esquerdo. O veículo era dirigido por Cícero, residente no bairro Tiradentes, o qual ia deixar o irmão em sua casa no bairro Aeroporto. Os disparos foram efetuados por dois homens que fugiram numa moto. A polícia foi avisada e diligenciou prendendo a dupla numa moto Honda Fan de cor preta e placa HXT-2172, inscrição do Ceará, no cruzamento das ruas Domingos Sávio e Sebastião Cavalcante (Timbaúbas). Wanderson Bezerra Pereira, o “Boquinha”, tinha 21 anos e morava no bairro Divisão em Cedro (CE), enquanto José Jackson Honorato da Silva tinha 23 anos e residia no bairro São José em Juazeiro. Na época, “Boquinha” respondia por crimes de receptação, furtos, porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio. Já o seu comparsa respondia por crime de trânsito e disparo de arma de fogo. Eles ainda tentaram se desfazer de um revolver calibre 38 o qual foi apreendido. Os irmãos estiveram na Delegacia e os reconheceram como os atiradores, confessando jamais tê-los vistos antes. Foi o 10º homicídio deste ano em Juazeiro já se igualando a todo o mês de janeiro do ano passado. O último de 2017 tinha ocorrido sexta-feira (13) quando uma pessoa identificada apenas por “Josimar” foi morta a pauladas na Casa de Apoio que funciona na Rua 31 de Março, 77/B (Triângulo). O autor confesso do crime foi Wellington Vieira da Costa, de 42 anos, também residente no local, que foi preso. FONTE - MISERIA / Blog do Gesso -

Dia do Ceará será comemorado terça-feira


O Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, comemora na terça-feira (17), os 218 anos de emancipação do Estado. A programação especial comemorativa ao Dia do Ceará será realizada no município de Aquiraz, primeira capital do Estado, com abertura oficial às 9 horas, na Praça Cônego Araripe, a Praça da Matriz, em cujos arredores se localiza um dos equipamentos da Secult, o Museu Sacro São José de Ribamar. O evento tem apoio da Secretaria de Cultura e Turismo de Aquiraz.
Às 9h a programação festiva do Dia do Ceará terá início com a abertura da solenidade, com a presença do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba, de outras autoridades e de convidados. A Banda de Música Municipal de Aquiraz executará os hinos da cidade e do Estado, seguidos do hasteamento das bandeiras de Aquiraz, do Ceará e do Brasil.
Na sequência, a festa contará com o Coral e a Orquestra da ONG Tapera das Artes, localizada em Aquiraz, executando o Hino Nacional Brasileiro e outras músicas. O Coco do Iguape, um dos mais tradicionais grupos da cultura popular cearense, também realizará apresentação especial, às 10h.
A distribuição de 218 mudas de plantas, doadas pelo Parque Botânico do Estado, gerenciado pela Secretaria do Meio Ambiente doEstado do Ceará (Sema), e uma visita ao Museu Sacro São José de Ribamar encerram a programação.
O Dia do Ceará
O dia 17 de janeiro faz parte do calendário oficial de eventos do Estado por meio da Lei nº 13.470, de 18 de maio de 2004, que instituiu a data comemorativa referenciando o dia em que o Ceará ganhou autonomia da Capitania de Pernambuco, em 1799, tornando-se administrativamente independente. A emancipação do Ceará foi garantida por Carta Régia assinada pela Imperatriz de Portugal, D. Maria I, em virtude do crescimento populacional e econômico que a antiga capitania do Ceará apresentava em 1799.
A lei estadual determina a realização anual de um evento oficial em Aquiraz, primeira capital do Estado, por ocasião da data. Além disso, órgãos e entidades da administração estadual, assim como as escolas da rede pública estadual de ensino, devem promover o Dia do Ceará. 
Fonte: Cnews