Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 4 de dezembro de 2016

Mãe do goleiro Danilo se recusou a abraçar Michel Temer

A mãe do goleiro Danilo Padilha, dona Alaíde Pacheco, se recusou a abraçar Michel Temer, que ontem participou do velório coletivo da Chapecoense.

"É ele a estrela da história?", questionou. "Ah, para com isso, né?", disse a mãe do jogador morto no acidente aéreo, em vídeo ao portal Brasil247. (Assista aqui)

Dias antes, ela deu uma entrevista emocionante à SporTV. Em conversa com o repórter Guido Nunes ela contou sobre os momentos de agonia que passou antes de receber a confirmação da morte do filho, que chegou a ser resgatado com vida dos destroços. "Se tivesse acontecido igual aos outros, você já tinha perdido a esperança", conta ela.

Dona Alaíde, que disse que se tornou um pouco mãe de todos os torcedores da Chape após a tragédia, fez em seguida uma pergunta ao repórter. "Como vocês da imprensa estão se sentindo, perdendo tantos amigos queridos lá?", pergunta ela, e em seguida pede para dar um abraço em Nunes, que não consegue responder nem segurar a emoção.




Fonte Noticias ao Minuto

18 presos fogem do 2º Distrito Policial de Fortaleza; seis detentos continuam foragidos

Foto_BArra-De_Ferro_
Barra de ferro usado para quebrar cadeados ( Foto: Diário do Nordeste )


A noite de sábado (3) foi movimentada no 2º Distrito Policial, no bairro Meireles. De 23 presos que estavam detidos na unidade policial em duas celas, 18 conseguiram fugir após serrarem as grades das salas. Policiais civis e militares conseguiram realizar buscas na região e capturaram 12 fugitivos. Outros seis detentos continuam foragidos.

Conforme o delegado plantonista Breno Fontenele, os homens serraram as grandes de duas celas, quebraram o vidro da sala de reconhecimento e conseguiram fuga por prédios da vizinha. "Eu fui beber água na parte de traz da delegacia quando ouvi o estouro do vidro", destacou. Cerca de 20 policiais militares e civis, em circulavam nas ruas do entorno da delegacia.

Os presos capturados estavam dentro de estabelecimentos comerciais ao redor da delegacis. Eles reclamam que na unidade falta alimentação. O delegado plantonista informou que, pela manhã, eles recebem café da manhã e, durante a noite, o jantar. "Inclusive essas fugas eram proporcionadas durante o fornecimento dessa alimentação do café. Nós não dispomos de uma equipe de policiais para fazer essa revista minuciosa e acaba tendo essas fugas serrando as grandes".

Sobre transferências de presos, o delegado plantonista afirmou que não há necessidade no momento. "Muitos presos foram lesionados porque pularam cercas elétricas da vizinhança. Tem outros que se cortaram com vidros da sala de reconhecimento. Nos vamos providenciar o atendimento desses que estão mais graves e colocar todos em um xadres. Se for necessário iremos providenciar a transferência para outra delegacia".


Fonte Diário do Nordeste

Zezé e Luciano são condenados a pagar R$ 1,75 milhão a músico


A dupla Zezé Di Camargo e Luciano terá que pagar uma indenização milionária a um ex-integrante da banda da dupla, que sofreu acidente e foi demitido. Eles perderam a ação judicial movida pelo músico Elias Flores Rezende e terão que pagar R$ 1.750.000,00 parceladamente ao sanfoneiro que integrava a banda da dupla, segundo informa a coluna Retratos da Vida do jornal 'Extra'. O músico entrou na Justiça após sofrer acidente quando viajava no ônibus dos sertanejos, em 2007, em estrada de Uberlândia (MG), que lhe causou traumatismo craniano. Elias afirmou, após o acidente, ter sido demitido pela dupla. Além disso, alegou não ter recebido férias, 13º salário e demais benefícios pagos, como carteira assinada. A sentença foi proferida pela Justiça do Trabalho de Santa Maria, no Rio Grande do Sul e os músicos condenados a pagar R$ 2.676.394,24. Zezé e Luciano ofereceram acordo a Elias e o músico aceitou, reduzindo, dessa forma, o valor. Os sertanejos também terão que pagar os custos do processo, que se iniciou em 2010, e desembolsar mais R$ 35 mil. Fonte Noticias ao Minuto