Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Brunna Queiroz, do Musa do Brasil, posa nua e declara: 'venci a timidez'. Confira!


Foto: Eduardo Schwartzberg / M2 Divulgação
A beldade conta que conseguiu superar a timidez e falou sobre posar como veio ao mundo
Um ensaio ousado e provocante traz fotos da modelo Brunna Queiroz nua. A loira, que representa o Piauí no concurso Musa do Brasil 2016, posou nessa semana para as lentes do fotógrafo boliviano Eduardo Schwartzberg. A beldade conta que conseguiu superar a timidez e falou sobre posar como veio ao mundo.

“Pra mim, posar sem roupa foi um desafio. Sou bem tímida e reservada e nunca fiz um ensaio assim. Venci a timidez na frente da câmera e gostei da experiência. Se eu vencer o concurso vou repetir, mas de uma forma bem mais ousada”, provoca. “Pensei num ensaio com um ou dois fãs, acho que seria inédito e bem sensual”.

Mas ao contrário do muitos pensam, Brunna garante que não é nada tímida entre quatro paredes. “Sou acanhada, mas na hora H me transformo. Toda mulher tem esse lado meio devassa. Deixo rolar e não tenho problema em tirar a roupa e me exibir. Acho que entre duas pessoas vale tudo”, revela.

Veja as fotos!










Fotos: Eduardo Schwartzberg / M2 Divulgação

Rodrigo Janot denuncia Renan Calheiros por corrupção e lavagem na Lava Jato

Foto: Evaristo Sá / AFP
Procurador-geral da República apresentou primeira denúncia contra o presidente do Senado no âmbito do esquema de corrupção na Petrobrás
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ofereceu ao Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) em um dos inquéritos contra o peemedebista abertos no âmbito da Operação Lava Jato. Renan é acusado pela Procuradoria de cometer os crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro e teria recebido propina de R$ 800 mil.

Está é a primeira denúncia contra Renan envolvendo o esquema de corrupção na Petrobrás. Atualmente, o peemedebista já é réu no Supremo acusado por peculato (desvio de dinheiro), envolvendo a empreiteira Mendes Júnior que teria bancado despesas pessoais jornalista Monica Veloso, com quem Renan mantinha relacionamento extraconjugal em troca de apoio do peemedebista para apresentar emendas em benefício da empreiteira.

Segundo a denúncia da Lava Jato, Renan teria recebido R$ 800 mil em propina por meio de doações da empreiteira Serveng. O deputado Aníbal Gomes foi denunciado junto com Renan Calheiros. No pedido, o PGR solicita ainda a perda das funções públicas dos parlamentares.

Em troca dos valores, os parlamentares teriam oferecido apoio político ao então diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa, que mantinha a empreiteira em licitações da estatal.

Foram identificadas duas doações oficiais ao PMDB, nos valores de R$ 500 mil e R$ 300 mil em 2010, operacionalizadas por um diretor comercial da Serveng, também denunciado.

A denúncia aponta ainda que esses valores seguiram do Diretório Nacional do PMDB para o Comitê Financeiro do PMDB/AL e deste para Renan Calheiros, mediante diversas operações fracionadas, como estratégia de lavagem de dinheiro. Renan já é réu perante o STF em uma ação penal e alvo de outros 10 inquéritos, além da denúncia oferecida hoje.

Estadão