Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 13 de novembro de 2016

O CÂNCER EM UMA LATA: ESTE É UM DOS PRODUTOS MAIS TÓXICOS E QUASE TODOS CONSOMEM SEM SABER!


Você certamente conhece a batatinha tipo chips. Trata-se de um produto muito apreciado, distribuído em larga escala por todo o mundo.
 
Ela normalmente é vendida em caprichadas e vistosas embalagens de plástico, mas também é comum a embalagem em lata.

Apesar de ser muito vendida e apreciada, é um alimento muito prejudicial.

Entenda: na primeira fase de produção das batatas chips, os ingredientes são comuns e podem ser consumidos, como: arroz, trigo, flocos de milho e flocos de batata.

Eles são misturados para formar um tipo de massa fininha.

Em seguida, inicia-se o processo de moldar as batatas.

Depois que elas estão na forma que as conhecemos, são levadas para assar numa temperatura altíssima.

Na última etapa, antes da embalagem, é a dos temperos.

Uma máquina sopra nas batatas para eliminar o excesso de gordura, depois as chips recebem sabores artificiais em pó, como bacon, queijo, cebola...

O perigo está justamente no aquecimento das batatinhas industrializadas.

Quando o amido é aquecido em altíssima temperatura, que é acima de 120 graus Celsius, substâncias como a acrilamida são formadas.

Para quem não conhece, a acrilamida é uma das substâncias mais prejudiciais e uma das causas do câncer.

Além disso, ela:

- Afeta o sistema nervoso

- Causa infertilidade masculina

- Está ligada a defeitos congênitos

Infelizmente, o aquecimento é inevitável, pois é por causa dele que as batatinhas ficam secas e crocantes.

Mas o problema não se resumem à batata tipo chips.

Muitos outros produtos estão contaminados pela acrilamida, formada durante o aquecimento de alimentos ricos em carboidratos a temperaturas acima de 120° C.

A Proteste Associação de Consumidores analisou, aqui no Brasil, 51 produtos de oito categorias de alimentos: batata frita, batata chips, biscoito doce e salgado, biscoito cream cracker, pão francês, salgadinhos e torradas.

E constatou que todos esses produtos contêm alta quantidade da perigosíssima acrilamida.

Veja a relação dos produtos com alto teor de acrilamida, segundo a análise da Proteste:
Em um informe técnico divulgado em 2007, a Anvisa recomenda que itens ricos em amido não sejam cozidos por muito tempo a temperaturas superiores a 120° C.

Mas, pelo que mostra a Análise da Proteste, essa recomendação não está sendo levada a sério pela indústria alimentícia.

Como podemos ver acima, as principais marcas de batatas chips têm acima de 200 microgramas de acrilamida por quilo, e uma delas, a Stax, chega a ter 765 microgramas por quilo!

Mas todos os outros produtos analisados - batata frita, biscoito doce e salgado, biscoito cream cracker, pão francês, salgadinhos e torradas - também possuem alta concentração da cancerígena acrilamida.

O biscoito da marca Adria superou a todos com 1.110 microgramas de acrilamida por quilo!

Mas uma vez reforçamos a necessidade de a sociedade se organizar e exigir da indústria mais cuidado e responsabilidade.

Outro ponto importante é a informação (é por isso que nós estamos aqui divulgando este fato).

Somente com informação, organização e pressão, podemos mudar este quadro de descaso.

Essa dica não não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Via curapelanatureza

Vereador eleito se irrita com cobrança de campanha e mata eleitor a tiros



Na tarde desta última segunda-feira (07) o vereador da cidade de Campo Formoso (407 km de Salvador) foi preso em flagrante acusado de matar um homem após discussão. De acordo com a Polícia Civil, o vereador identificado como José Alberto Carvalho Pereira de 35 anos, conhecido popularmente como “Zé Lambão” (PSD) estava em um bar quando começou a discutir com a vítima que teria feito uma cobrança ao vereador sobre uma promessa de levar água encanada a uma comunidade. Segundo informações, após a discussão José Alberto foi em casa, pegou uma arma e retornou ao local onde discutiu novamente com a vítima. Em seguida Zé Lambão efetuou nove disparos contra a vítima que não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no local do crime. Após os disparos o vereador fugiu, mas posteriormente foi localizado pela Polícia Militar na entrada da cidade de Senhor do Bonfim (26 km de Campo Formoso) e preso em flagrante. A arma utilizada no crime foi encontrada dentro do carro do vereador que ao ser levado à delegacia preferiu ficar calado e só se manifestar em juízo. Zé lambão havia sido reeleito nas eleições de outubro deste ano. O caso foi registrado na 19ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (COORPIN).