Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sábado, 12 de novembro de 2016

Ministério Público Federal encontra 870 mil benefícios do Bolsa Família suspeitos de irregularidade


Instituição suspeita de benefícios em nome de pessoas mortas, servidores públicos, empresários e doadores de campanha.

O Ministério Público Federal (MPF) expediu recomendações a 4.703 prefeituras para que realizem visitas domiciliares a mais de 870 mil beneficiários do programa Bolsa Família.

O MPF suspeita que haja benefícios em nome de pessoas mortas, servidores públicos, empresários e doadores de campanha com indicativos de renda incompatíveis com o perfil de pobreza ou extrema pobreza exigido pelas normas do Bolsa Família.

A recomendação do MPF para as prefeituras é cancelar os benefícios caso sejam confirmadas as irregularidades.

As suspeitas surgiram após o cruzamento de dados públicos do governo federal, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da Receita Federal e dos tribunais de Contas estaduais e municipais.

Agência Brasil

Anvisa proíbe seis marcas de amoxicilina



Medicamentos eram fabricados sem a aprovação da agência reguladora.
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou suspensão de fabricação de seis marcas de amoxicilina por causa de alterações não autorizadas pela agência no processo de produção dos medicamentos. A informação é do jornal Zero Hora.

Confira abaixo os laboratórios responsáveis pela produção dos medicamentos vetados:

-Aché Laboratórios Farmacêuticos alterou a rota de síntese do insumo farmacêutico ativo amoxicilina tri-hidratada. A fabricação de todas as apresentações dos medicamentos Novocilin e Amoxicilina da empresa está suspensa até que se utilize o insumo farmacêutico ativo amoxicilina tri-hidratada com rota de síntese aprovada pela agência.

Através de nota, o laboratório esclarece que "os medicamentos Novocilin e amoxicilina genérico que se encontram no mercado são absolutamente seguros e eficazes e estão sendo fabricados rigorosamente de acordo com o registro aprovado pela ANVISA. Portanto, não se enquadram na referida resolução".

-União Química Farmacêutica implementou alteração da rota de síntese do insumo farmacêutico ativo amoxicilina tri-hidratada. Está suspensa a fabricação de todas as apresentações do medicamento Amoxicilina da empresa que utilize o insumo farmacêutico ativo amoxicilina tri-hidratada com rota de síntese não aprovada pela Anvisa.

-Medley Farmacêutica Ltda implementou alteração da rota de síntese do fármaco Amoxicilina Trihidratada. Está suspensa a fabricação dos medicamentos Amoxicilina cápsula 500mg (registro nº 1.8326.0038), Amoxicilina pó para suspensão oral (registro 1.8326.0125), Lanzoprazol cápsula + Claritromicina comprimido revestido + Amoxicilina Trihidratada cápsula (registro 1.8326.0272), Pyloripac (registro 1.8326.0058) e Pyloripac Retrat (registro 1.8326.0060), da empresa com rota de síntese não aprovada pela Anvisa.

-Cimed Indústria de Medicamentos Ltda implementou alteração da rota de síntese do insumo farmacêutico ativo amoxicilina tri-hidratada. Está suspensa a fabricação de todos os medicamentos contendo amoxicilina tri-hidratada da empresa, não aprovada pela Anvisa.

-Cifarma Científica Farmacêutica Ltda implementou alteração da rota de síntese do insumo farmacêutico ativo amoxicilina tri-hidratada. Está suspensa a fabricação de todas as apresentações do medicamento H. Bacter (lansoprazol + claritromicina + amoxicilina tri-hidratada) da empresa que utilize o insumo farmacêutico ativo amoxicilina tri-hidratada com rota de síntese não aprovada pela Anvisa.

-Prati Donaduzzi & Cia Ltda implementou alteração da rota de síntese do insumo farmacêutico ativo amoxicilina tri-hidratada. Está suspensa a fabricação de todas as apresentações dos medicamentos Amoxicilina 50mg/ml, pó para suspensão oral, Amoxicilina 500mg, cápsulas e Lanzoprazol 30mg + Claritromicina 500mg + Amoxicilina Tri-hidratada 500mg, da empresa que contenha o insumo farmacêutico ativo amoxicilina tri-hidratada com rota de síntese não aprovada pela Anvisa.

Uma média de 700 comerciários está sendo demitida por mês em Juazeiro do Norte


Segundo a homologadora, Rejane Ferreira, atualmente, são 15 rescisões por cada turno e até já tinha chegado a 20 se não fosse uma buriste que contraiu em virtude do excesso de trabalho (Foto: Normando Sóracles/Agência Miséria)

As muitas demissões que vem ocorrendo em Juazeiro do Norte denunciam a crise econômica e elevam as taxas de desemprego no município. O Sindicato dos Comerciários vem homologando cerca de 30 rescisões contratuais todos os dias e, no intervalo de um mês, mais de 700 comerciários já perderam os seus postos de trabalho. São filas enormes, na hora de homologar a rescisão e, depois, outra quilométrica na busca de se cadastrar no programa seguro-desemprego.

Segundo a homologadora, Rejane Ferreira, atualmente, são 15 rescisões por cada turno e até já tinha chegado a 20 se não fosse uma bursite que contraiu em virtude do excesso de trabalho. Ela explicou que, novas homologações, só estão sendo agendadas para a partir do dia 6 de dezembro. De acordo com Rejane, há mais de um ano que o movimento tem sido este quando deveria estar ocorrendo as chamadas contratações temporárias. Pior que isso, a perspectiva é de aumento no volume de demissões a partir de janeiro.

 Fonte:  Agência Miséria)