Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Menino mata prisioneiro em vídeo divulgado pelo Estado Islâmico


Menino atira em prisioneiro em vídeo divulgado pelo grupo terrorista Estado Islâmico
Menino atira em prisioneiro em vídeo divulgado pelo grupo terrorista Estado Islâmico Foto: Twitter / Reprodução
Extra

Uma criança bem pequena aparece atirando contra a cabeça de um prisioneiro em um vídeo chocante divulgado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), neste domingo. De acordo com informações do jornal britânico "Daily Mail", a gravação pode ter sido feita no Iraque, onde os miliantes da organização jihadista tem perdido espaço por forças do governo local.
No vídeo, o menino, que aparenta ter cerca de 4 anos, acompanha um homem até o local onde o prisioneiro está preso. A criança, então, usa uma pistola para atirar contra a cabeça do homem. Imagens do vídeo foram compartilhadas em uma rede social pelo grupo ativista “Raqqa is Being Slaughtered Silently” (Raqqa está sendo abatida silenciosamente, em tradução literal), que denuncia na internet as atrocidades cometidas pelo grupo jihadista.
Menino mata prisioneiro em vídeo chocante
Menino mata prisioneiro em vídeo chocante Foto: Reprodução / Twitter
Entre as estratégias do EI está usar crianças, que são chamadas de “filhotes do califado”, não só para matar inimigos, mas como força de combate na frente de batalha. Os pequenos recebem treinamento militar desde bem jovens, quando aprendem a usar armas e táticas militares.
Segundo a agência de notícias “Reuters”, o EI já perdeu a maior parte de seu território no Iraque desde 2014, mas insurgentes ainda continuam promovendo ataques e matando inimigos na região.
De acordo com o relatório anual sobre terrorismo do Departamento de Estado dos Estados Unidos, o Estado Islâmico (ISIS em inglês) já ultrapassou a Al-Qaeda como principal grupo terrorista no mundo. O documento aponta a capacidade do grupo em recrutar militantes e divulgar sua mensagem pelo mundo.
O EXTRA apresenta as imagens para denunciar a barbárie que a intolerância e um regime radical produzem pelo mundo.


Extra

MOTORISTA DA EMPRESA GUANABARA É BALEADO DURANTE ASSALTO A ÔNIBUS NA BR-304


 MOTORISTA DA EMPRESA GUANABARA É BALEADO DURANTE ASSALTO A ÔNIBUS NA BR 304
Na madrugada desta segunda-feira, 09 de Janeiro de 2017,um assalto foi registrado contra um ônibus da empresa Guanabara, o fato teve início na BR­-304 próximo a entrada que dá acesso a cidade de Serra do Mel, terminando nas proximidades da cidade de Assú no Rio Grande do Norte. De acordo com informações, elementos em um veículo ciena, sendo que dois criminosos estavam na mala, interceptaram o ônibus e anunciaram o assalto.

O motorista do veículo foi alvejado por disparos de arma de fogo, mas, mesmo assim conseguiu se comunicar com a polícia de Mossoró, que enviou uma guarnição da ROCAM para o local. Na mesma oportunidade, a Central de Operações da Polícia Militar ­ COPOM de Assú, recebeu a informação que o ônibus estava vindo sentido terra dos poetas. Imediatamente as guarnições do Grupamento Tático Operacional ­ GTO e Força Tática, iniciaram uma série de patrulhamento na BR-­304, a fim de encontrar o motorista e prestar socorro. Por sua vez, a polícia já foi comunicada que o ônibus já estaria na cidade sentido o Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos. Sem identificação, o motorista foi alvejada e com detalhes contou a polícia como tudo aconteceu.

Além do motorista, passageiros também foram alvo dos criminosos Enquanto a guarnição da Força Tática dava apoio ao ônibus no Hospital, os policiais do GTO deram início as buscas pela RN­-233 entre Paraú e Assú. Já o motorista passa bem, o tiro bateu no pé e não corre risco de morrer.




Fonte Passando na Hora,Via Acopiara Alerta