Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Senado aprova reajuste salarial para policial federal e segue para sanção presidencial


De acordo com o governo, o custo da recomposição remuneratória das carreiras terá impacto de mais de R$ 2 bilhões em 2017.
O Senado Federal aprovou nesta quarta-feira (30) o reajuste salarial para diversas carreiras, entre elas, a das polícias federal e rodoviária federal. Apesar de estar previsto no Orçamento de 2017, alguns parlamentares da base de apoio ao governo criticaram o aumento.

A relatora do projeto, senadora Ana Amélia (PP–RS), negou contradições do Senado em votar o reajuste salarial para esses servidores um dia após a aprovação, em primeiro turno, da proposta que limita à variação da inflação o aumento dos gastos públicos pelo prazo de 20 anos. 

Além dos policiais, receberão os reajustes as carreiras de Perito Federal Agrário; de Desenvolvimento de Políticas Sociais; e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit). Para essas três carreiras, o texto permite que servidores possam optar pela incorporação de gratificações de desempenho aos proventos de aposentadoria ou de pensão. O requisito para isso é que tenham recebido a gratificação por pelo menos 60 meses antes da aposentadoria.

Os reajustes, serão pagos em três parcelas até 2019. Defensores do texto argumentam que é uma reposição, já que os policiais federais têm perdas relacionadas à inflação acumuladas desde 2007. Em 2017, eles receberão cerca de 23% do aumento.

No caso de delegados e peritos da Polícia Federal, o salário no topo da carreira, que hoje é de R$ 22.805,00 passará a ser de R$ 30.936,91. Para o policial rodoviário federal, a remuneração, que hoje é de R$ 12.206,09 no final da carreira, chegará a R$ 16.552,34 em 2019. O Projeto de Lei com os reajustes foi assinado em junho.

De acordo com o governo, o custo da recomposição remuneratória das carreiras terá impacto de mais de R$ 2 bilhões em 2017, mais de R$ 500 milhões em 2018 e mais de R$ 500 milhões em 2019.

Com informações da Agência Câmara

Novembro termina sangrento com 286 assassinatos no estado. Entre as vítimas, 8 agentes da Segurança Pública, 26 adolescentes e 22 mulheres


SERVIDORES DA SEGURANÇA PÚBLICA ASSASSINADOS EM NOVEMBRO
Policiais mortos em novembro
O Ceará sofreu mais um mês de extrema violência armada. O balanço PARCIAL  dos crimes de morte em novembro aponta que, ao menos, 286 pessoas foram assassinadas em todo o Estado. A Capital foi a área que apresentou a maior taxa de assassinatos. Nada menos, que 94 pessoas foram executadas nas ruas, avenidas, bairros e favelas da cidade. A estatística também aponta que oito agentes da Segurança Pública, 26 adolescentes e 22 mulheres estão entre os mortos no mês.  
Além dos 94 assassinatos em Fortaleza, ocorreram, ainda, 85 casos em Municípios do Interior Sul, 51 no Interior Norte, e mais 56 crimes de morte na Região Metropolitana da Capital, totalizando, portanto, 286 assassinatos, a maioria esmagadora sem a identificação e prisão dos assassinos.  
Outras 14 pessoas foram mortas em confronto com agentes da Segurança Pública, isto é, em tiroteios com a Polícia. Um dos casos aconteceu na cidade de Sobral, onde, de uma só vez, três homens foram baleados e mortos numa operação conjunta das polícias Civil e Militar. Os três, conforme versão das autoridades, eram suspeitos de envolvimento na morte de um PM.
Também durante o mês de novembro as autoridades registraram nove casos de duplos homicídios e um triplo homicídio.
No Sistema Penitenciário, ocorreram dois assassinatos em novembro, sendo um na Cadeia Pública da cidade de Ipu (a 288Km de Fortaleza) e outro na Penitenciária Industrial Regional de Sobral (PIRS).
VEJA AGORA OS NÚMEROS DA VIOLÊNCIA EM NOVEMBRO NO CEARÁ
HOMICÍDIOS, LATROCÍNIOS E LESÕES CORPORAIS COM ÓBITO
Fortaleza/Capital (94)
Região Metropolitana de Fortaleza (56)
Interior Norte (51)
Interior Sul (85)
TOTAL = 286

ASSASSINATOS NA GRANDE FORTALEZA
Fortaleza (94)
Caucaia (18)
Maracanaú (16)
Maranguape (4)
Pacajus (3)
Aquiraz (3)
Horizonte (3)
Cascavel (3)
Itaitinga (2)
Chorozinho (1)
Pacatuba (1)
Pindoretama (1)
São Gonçalo do Amarante (1)
TOTAL = 150

AGENTES DA SEGURANÇA PÚBLICA MORTOS
Policial militar (4)
Policial rodoviário federal (2)
Agente penitenciário (1)
Delegado da Polícia Civil (1)
TOTAL = 8
MULHERES ASSASSINADAS
Fortaleza (8)
Região Metropolitana de Fortaleza (4)
Interior do Estado (10)
TOTAL = 22

ADOLESCENTES ASSASSINADOS
Fortaleza (9)
Região Metropolitana de Fortaleza (7)
Interior (10)
TOTAL = 26
blogdofernandoribeiro.com.br