Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Michel Temer assina repasse de R$ 47 milhões ao Ceará para combate à seca

Michel Temer Ceará combate seca
Presidente Temer está em viagem oficial pelo Nordeste ( Foto: Agência Brasil )


O presidente Michel Temer assinou na tarde desta sexta-feira (9), juntamente com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, termo de compromisso para repassar R$ 47,1 milhões ao Ceará com o objetivo de reduzir os efeitos da seca no estado.

A transferência, no entanto, depende da aprovação do plano de trabalho do governo estadual pelo Ministério da Integração Nacional, que vai avaliar os itens propostos, tais como a compatibilidade das medidas e valores das obras solicitadas.

Entre as metas prioritárias está o restabelecimento da capacidade de bombeamento das estações elevatórias do Castanhão, Pacoti Auxiliar, Banabuiú e Itaiçaba; aproveitamento do sistema hídrico do Cauípe e do aquífero Dunas Taíba – Siupé; e a duplicação do sistema adutor do açude Maranguapinho.





Fonte Diário do Nordeste

Ex-diretor diz que Temer recebeu R$10 milhões da Odebrecht


A revista Veja informa em seu site que o ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Claudio Melo Filho afirmou em seu acordo de delação premiada que o presidente Michel Temer pediu R$ 10 milhões ao ex-presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht, em 2014.
Ainda segundo o delator, esse valor teria sido pago a pessoas próximas do ex-presidente, como o atual ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o assessor especial da Presidência José Yunes.
De acordo com a publicação, os recursos foram entregues em dinheiro vivo. A revista afirma ter tido acesso à íntegra dos anexos da delação do ex-diretor e a uma lista "suprapartidária" de políticos que, segundo Melo Filho, receberam recursos da Odebrecht.
Fonte: Veja.Com

Ex-presidente Lula e filho são denunciados na Operação Zelotes


Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta sexta-feira (9) à Justiça o ex-presidente Lula e seu filho, Luiz Cláudio Lula da Silva, pelos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa no âmbito da Operação Zelotes, da Polícia Federal. De acordo com a acusação, Lula “integrou um esquema que vendia a promessa” de interferências no governo federal para beneficiar empresas.
As investigações apuraram que Lula, seu filho, e os consultores Mauro Marcondes e Cristina Mautoni participaram de negociações irregulares no contrato de compra dos caças suecos Gripen na prorrogação de incentivos fiscais em uma medida provosória para prorrogação de incentivos fiscais para montadora de veículos. Segundo o MPF, Luíz Cláudio recebeu R$ 2,5 milhões da empresa dos consultores.
Zelotes
A operação investigou a manipulação de processos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) – órgão colegiado do Ministério da Fazenda, última instância administrativa dos processos fiscais. É a ele que os contribuintes recorrem para contestar multas.
Segundo as investigações, empresas de advocacia e consultorias influenciavam e corrompiam integrantes do Carf. Dessa forma, manipularam trâmite e resultado de processos e julgamentos envolvendo empresas interessadas em anular ou diminuir os valores dos autos de infrações emitidos pela Receita Federal.
Fonte: Diário do Nordeste