Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Traída pega marido com amante nua na cama, filma e chuta a “outra” sem roupa do apartamento




Ao abrir porta, a amante, sem roupa, saiu com a cabeça abaixada. Mulher filma amante com seu marido e divulga vídeo nas redes sociais 
Um marido levou sua amante para a casa dele. A mulher com quem é casado estava fora. Mas ela apareceu inesperadamente e pegou os dois no flagra. Estavam pelados na cama. Friamente, a traída saiu dali e pegou o celular para filmar a cena toda. Depois botou a amante, que ainda estava sem roupa, para fora do apartamento, chutando e xingando a moça. O vídeo, postado pela traída, viralizou nas redes sociais e as cenas do flagra e da briga foram se espalhou mundo afora. Não foram divulgados nomes dos envolvidos, o vídeo começa com a traída já dentro do apartamento, discutindo com o marido, de frente para a porta do quarto onde minutos antes ele estava com a “outra” na cama. Com a câmera do celular ligada, ela gravava tudo. O marido ainda tentou acalmá-la: “Vamos conversar”. Nervosa, a mulher ordena: “Abre a porta do NOSSO quarto que eu quero falar com ela”. Ele avisa “a outra” para sair dali. O marido tentou ponderar para sua esposa: “Vamos esquecer isso. Depois a gente discute. Para de filmar, por favor”. A mulher não quis papo e repetiu, em alto e bom som: “Abre logo!”. Ao abrir porta, a amante, sem roupa, saiu com a cabeça abaixada. Levou um cobertor do casal e cobriu o corpo, deixando a traída ainda mais revoltada. “Tá fugindo? Vai pra onde com esse cobertor? Ele é meu”, avisa a mulher. A amante sai correndo pela sala, à procura de roupas e da bolsa. Desesperada, a amante tenta sair dali. Escorrega, cai no chão. Ao levantar, o marido também passa a xingar a amante, tentando apoiar a mulher — o que, a essa altura, já não adiantava, mas ainda assim ele manteve os insultos. Em seguida, a esposa tira o cobertor que cobria o corpo da amante e a deixa, mais uma vez, nua. Sob xingamentos, a mulher começa a chorar, acuada, num canto da sala. “Quero minhas roupas”, diz a amante, às lágrimas. O marido e a mulher começam a jogar peças de roupa na amante, humilhada diante do casal. “Você vai sair daqui agora”, berra a esposa. “Não vai se vestir, não! Vai sair assim mesmo”, completa. Além das peças de roupa, até sapatos são arremessados contra a amante. Com o celular na mão, a esposa chuta a amante, que deixa, levanto chutes, o apartamento. “Sai daqui, sua #$%@#$!*%@#”, xinga a mulher, chutando com mais força. O marido coloca o que restava das roupas da amante do lado de fora do apartamento. Ela continua como estava no apê: pelada e desorientada. Chorava muito enquanto recolhia as peças jogadas para fora pela mulher. Sentada no corredor do andar, a amante ainda ouvia os xingamentos da traída. E ainda era atingida por mais peças de roupa jogadas pelo casal. A certa altura da confusão, a amante tenta conversar. Diz que não sabia que o homem tinha uma mulher. A esposa não acreditou na história, e tentando recolher as roupas, a amante ainda emendou: “Ele me pagou pra sair com ele”. “Isso tudo é um engano!”, grita no corredor a amante. “Mentira! Você é repulsiva, suja, sem caráter”, grita a esposa. “A culpa é toda do seu marido”, acusa a mulher. A imprensa local, que repercutiu o caso, não informa se ela e a mulher continuam juntos. A imprensa diz que tanto a mulher como as pessoas que compartilharam o vídeos do barraco podem ser punidas pela Justiça, já que na Tailândia filmar e divulgar imagens sem autorização dos envolvidos é crime.
  Hora 7

BARBÁRIE: Adolescente confessa estupro de bebê no Piauí e revolta população. Veja o vídeo



No início da noite desta terça-feira (09), um adolescente de 17 anos foi detido na cidade de Pedro II acusado de ser o responsável por estuprar um bebê de um ano e três meses, fato que chocou a população do Piauí. O criminoso mora próximo a residência da avó da criança, de onde ele raptou a bebê enquanto ela dormia. O menor confessou o crime e afirmou tomar medicamentos por conta de problemas mentais.

O delegado geral da Polícia Civil disse, em entrevista ao programa Bom Dia Meio Norte, que o acusado já estava sob linha de investigação e por isso sua apreensão foi realizada: “Desde domingo nós ficamos sabendo desse crime bárbaro com essa criança e a equipe da Polícia Civil de Pedro II, Piripiri, Teresina vinham trabalhando incessantemente para elucidar esse fato. Então ontem conseguimos localizar esse adolescente na região através de investigações, por conta de algumas marcas que ele tinha. Ele confessou o crime e a autoria está 100% comprovada, os delegados não dormiram todos esses dias e conseguimos colocar esse elemento que tanto envergonha a sociedade atrás das grades”, disse.



“Ele é vizinho da família, já conhecia as pessoas que moravam na residência, tinha acesso a residência. Segundo ele tem problemas mentias, mas isso não vem ao caso, isso tem que ser comprovado porque ainda é apenas uma alegação dele. Ele já tinha sido levado até a delegacia por tentativa de estupro de outro caso de uma menina de 15 anos, esse fato não foi consumado e estava solto então a facilidade que ele teve de entrar foi saber exatamente onde a criança ficava e o fácil acesso que tinha a casa”, detalhou o delegado.

Segundo Riedel Batista, o menor pegou a criança durante a madrugada e levou a um matagal próximo a residência. Lá ele abusou da criança que graças a Deus está bem e medicada. Ontem mesmo ele foi tirado de Pedro II e levado para Piripiri acompanhado do Promotor de Justiça. É uma situação que qualquer um sente, a gente tem que mudar essa legislação, existe uma proteção muito grande com o menor, esse crime certamente não teria ocorrido se tivesse uma punição severa, e a certeza do cumprimento da pena. O perfil dele já depõe contra ele em relação a esses atos anteriores”, falou.

No momento em que a notícia da apreensão do acusado foi espalhada na cidade, a população se deslocou até a delegacia na tentativa de linchar o adolescente. Revoltados com o caso, os moradores quebraram a delegacia e tocaram fogo em partes do imóvel. O delegado geral afirmou que um inquérito policial vai ser instaurado para quem praticou esses atos de vandalismo.

“A polícia está atuando para ajudar a população, a população tem que ter a consciência de que destruir a delegacia não resolve. Agora ela está sem condições de uso, queimaram a parte de trás, queimaram algumas salas, a delegacia não pode mais funcionar, vamos ter que esperar uma reforma e enquanto isso ficará fechada. Foi informado logo no inicio que ele não estava lá mas mesmo assim insistiram e destruíram tudo. Vamos instaurar um inquérito policial, é inadmissível uma situação dessas, eu entendo a revolta da população, mas não podemos nos igualar a um monstro desses na tentativa de linchá-lo. Vamos tentar responsabilizar todos que fizeram esse ato com a delegacia”, disse.

Via meionorte