Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 16 de julho de 2017

Receita Federal apreende droga avaliada em R$ 4,5 milhões no Galeão

Droga foi encontrada em fundo falso de mala
Droga foi encontrada em fundo falso de mala

Aproximadamente 30 quilos de MDMA, o princípio ativo do Ecstasy, foram apreendidos neste sábado (15), no Aeroporto Internacional Tom Jobim, pela Receita Federal. A droga chegou em dois voos procedentes de Lisboa e foi detectada no fundo falso de três malas através do aparelho de raio-x. Segundo os agentes, a droga está avaliada entre R$ 4,5 e R$ 6 milhões.
Parte da droga, cerca de 15 quilos, estava com um brasileiro de 32 anos, que não teve a identificação divulgada. Segundo os agentes, ele é residente em Brasília mas estuda medicina em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Para tentar escapar da análise de risco, ele embarcou em Salvador com destino a Lisboa, onde ficou 15 dias. De lá, foi para Amsterdã e pegou a droga, voltou para Lisboa e retornou para o Rio.
O destino final da droga seria Balneário Camboriú, em Santa Catarina. O homem declarou aos agentes que receberia R$ 25 mil pelo transporte da droga. Ele foi levado para a Polícia Federal.
No fim da tarde, outras duas malas com tabletes de MDMA foram detectadas pela Receita Federal. O material chegou em outro voo também procedente de Lisboa.
Conhecida também como MD, a droga é uma substância sintetizada em laboratório. É o princípio ativo do Ecstasy. Causa euforia e alucinações. Seus efeitos podem durar até oito horas. Como efeitos colaterais, o usuário pode desencadear depressão e síndrome do pânico, segundo os agentes.

Casal argentino é preso após ser flagrado com 250 kg de maconha em rodovia no RS

Parte da droga estava escondida em um fundo falso no para-choque do carro (Foto: Divulgação/PRF)
Parte da droga estava escondida em um fundo falso no para-choque do carro

Um casal argentino foi preso neste sábado (15) após ser flagrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com cerca de 250 kg de maconha em Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul. O carro ocupado pelo homem de 29 anos e a mulher de 25 foi abordado no final de tarde em frente a um posto da corporação.
A droga, dividida em 375 tabletes, estava escondida em fundos falsos no banco e para-choque. O material havia sido transportado no Paraguai e, ainda de acordo com a PRF, seria entregue em Santa Maria.