Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Morre o Cantor e radialista Barros de Alencar, aos 84 anos



Morreu na madrugada desta segunda-feira (5), O comunicador, cantor e compositorparaibano Cristóvão Barros de Alencar,conhecido como Barros de Alencar, aos 84 anos. O mesmo estava internado em um hospital em São Paulo, onde se recuperava de uma cirurgia na garganta.
 
O enterro de Barros de Alencar será realizado na tarde desta segunda-feira no cemitério Primavera, em Guarulhos, em São Paulo.

Homem é preso com maleta capaz de desligar alarme de banco



Um homem foi preso, nesta segunda-feira (5), ao desembarcar em um voo comercial no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, com um equipamento capaz de desligar sinais de áudio, vídeo e alarme de bancos.

De acordo com a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Josimar Gomes Amado, de 30 anos, é suspeito de integrar uma quadrilha que assaltava bancos em Mato Grosso.

Calcula-se que a organização criminosa roubou mais de R$ 2 milhões de três agências bancárias no estado. Segundo a polícia, Josimar seria o último integrante da quadrilha.

“A maleta, que possui um botão de acionamento capaz inibir os sinais transmitidos de maneira remota, veio dentro do avião e poderia gerar risco e até levar a queda da aeronave, que transportou de Curitiba a Cuiabá”, explicou o delegado Luiz Henrique Damasceno.

Segundo informações do G1, o suspeito foi encaminhado para a sede da GCCO, em Cuiabá, onde deve ser interrogado ao longo do dia.

 
Fonte Notícias ao Minuto

Violência no trânsito cearense provoca prejuízos de R$ 6,45 bilhões


acidente

A violência no trânsito cearense provocou um impacto econômico de R$ 6,45 bilhões em 2016, ou 4,86% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo estudo divulgado pela Escola Nacional de Seguros. Essa é a perda da capacidade produtiva causada por acidentes que mataram 1.752 pessoas e deixaram outras 4.094 com invalidez permanente.

Entre 2015 e 2016, houve redução de 46% na perda do PIB do Estado. O Ceará registra o maior percentual de perda do Nordeste, que tem média de 2,77% e perdas de R$ 23,98 bilhões. O fator que mede a perda da capacidade produtiva é chamado de Valor Estatístico da Vida (VEV), ou seja, o quanto cada brasileiro deixa de produzir anualmente em caso de morte ou invalidez.

O valor corresponde ao que seria gerado pelo trabalho das vítimas caso não tivessem se acidentado. O cálculo é do professor Claudio Contador, diretor do Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (CPES), da Escola Nacional de Seguros.

Segundo Claudio Contador, embora o número de vítimas da violência no trânsito remeta a um quadro de guerra, houve redução do número de vítimas de acidentes graves. O recuo, segundo o especialista, está ligado a dois fatores básicos: o aumento da fiscalização (Lei Seca) em alguns estados e a crise econômica, que reduziu as vendas de automóveis e tirou muitos veículos de circulação no país.

“A violência no trânsito caiu de forma considerável, o que é um fato alentador. Ainda assim, o número de vítimas remete a um quadro de guerra. E a grande maioria concentra-se na faixa etária de 18 a 64 anos. Ou seja, pertence a um grupo em plena produção de riquezas para a sociedade”, analisa Claudio Contador.


Fonte Diário do Nordeste