Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sábado, 24 de junho de 2017

Show de Jonas Esticado é cancelado após acidente com equipe do cantor na Paraíba



A equipe técnica da banda do cantor Jonas Esticado se envolveu em um acidente na noite da quinta-feira (22), em uma rodovia estadual entre as cidades de Solânea e Sapé, fazendo com que o show não pudesse ser realizado na cidade de Sapé, na Zona da Mata da Paraíba. De acordo com um relato do artista no seu perfil em uma rede social, o acidente não foi grave mas foi o suficiente para atrasar o show. O cancelamento do show foi confirmado pela Prefeitura de Sapé.

Ainda de acordo com relato do cantor, por determinação da Justiça, os shows na cidade não podem se prolongar além das 3h30. Segundo Jonas, era 3h14 quando ele publicou o relato. “Quero pedir desculpa ao pessoal de Sapé e a quem veio pra assistir nosso show. A gente não contava com esse acidente mas aconteceu", disse o cantor.

O acidente envolvendo a equipe não foi grave e a equipe passa bem, conforme relato de Jonas Esticado no perfil na rede social. "Não foi nada grave, mas impossibilitou a chegada da banda técnica a tempo", afirmou Jonas.

OAB avalia que arquivamento de caso contra Aécio no Senado é "debochar da sociedade"



O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, divulgou nota na noite desta sexta-feira (23) condenando o arquivamento do pedido de cassação do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG). Ele avalia que a ação do presidente do colegiado, João Alberto Souza (PMDB-MA), consegue, ao mesmo tempo, "debochar da sociedade" e "agredir o Estado Democrático". O pedido de cassação foi protocolado pelos partidos Rede e PSOL por quebra de decoro parlamentar após a divulgação do conteúdo das delações premiadas de executivos da JBS. "A lamentável decisão do senador João Alberto, presidente do Conselho, frustra as expectativas de que o Congresso se paute pelos valores da transparência e da legalidade. O arquivamento também lança dúvidas e especulações sobre eventuais acordos que possam estar sendo feitos nas sombras", critica o presidente da OAB no comunicado. A defesa de Aécio avaliou que a decisão do presidente do Conselho de Ética do Senado reitera a "absoluta correção" do seu cliente.

Fonte: Bahia Notícias