Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 25 de junho de 2017

Suzane Richthofen quer ser missionária evangélica

Suzane von Richthofen, de 32 anos, quer se tornar missionária evangélica. No último dia das mães, quando deixou o presídio de Tremembé, no interior de São Paulo, ela foi com o noivo Rogério Olberg, de 37 anos, até a Igreja do Evangelho Quadrangular, onde teria conversado com um missionário sobre a sua intenção de servir à religião.

Richthofen foi condenada a 39 anos pelo assassinato dos pais, em 2002. Segundo publicado pela "Veja", a missão do casal seria levar o Evangelho a pessoas a moradores de rua, usuários de drogas e outras pessoas necessitadas.

Suzane e Rogério devem casar até o fim do ano. Eles se conheceram em uma visita de Rogério à irmã dele, que está presa com Suzane. O casal já passeou juntos pelas ruas de Itapeva, em maio deste ano, durante uma das saídas.

Fábio Assunção é liberado, pede desculpas e diz que não estava drogado: 'Errei'


O ator Fábio Assunção, 45, admitiu que errou e pediu desculpas no final da tarde deste sábado último  (24),depois de ser liberado pela polícia em São João de Arcoverde, no sertão pernambucano. Assunção tinha sido preso em flagrante após uma confusão com policiais militares. "Lamento muitíssimo o ocorrido em Arcoverde. Infelizmente aconteceu uma briga. Errei ao me exceder", escreveu o ator, em sua conta no Facebook.

Fábio estava em Arcoverde para o lançamento do documentário "Eu sonho para você ver", dirigido por ele e pela cineasta e namorada Pally Siqueira, que trata da tradição do samba de coco no sertão de Pernambuco. Além de confirmar a briga, o ator afirmou que não estava drogado e que pediu exames para comprovar. "Não fiz uso de nenhuma droga ilícita - o que será comprovado pelo exame toxicológico que eu mesmo pedi para ser feito. Serei responsável pelos danos causados."
 
  

Fonte Diário do Nordeste