Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sábado, 1 de julho de 2017

Recuperando com tranquilidade - Em tratamento contra câncer, Marcelo Rezende grava vídeo para seguidores

Marcelo Rezende está na luta contra o câncer, mas não deixa de movimentar sua conta do Instagram. Na tarde da última quinta-feira (29), o apresentador da Record publicou um vídeo falando sobre seu tratamento e se mostrou confiante em busca da cura. “Eu estou bem! Eu vou me recuperando com tranquilidade. A enfermidade que eu tive não é uma coisa pequena, vai precisar de tempo, mas eu tenho. Tenho fé, e essa fé é calcada na coisa mais importante que eu tenho que é Deus. Então eu estou firme e forte e em breve nós vamos estar juntos“, falou Rezende no vídeo.
O jornalista, namorado de Luciana Lacerda, abandonou a quimioterapia e está focado num tratamento alternativo baseado em uma dieta sem carboidratos, mas rica em proteínas e gorduras.
Veja o vídeo

ÓBITOS - Ceará confirma mais dez mortes por chikungunya em uma semana

Mosquito Aedes aegypti transmite a chikungunya, dengue e zika

O Ceará teve a confirmação de dez novos óbitos por chikungunya em uma semana, conforme os dados do boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde (Sesa) divulgados nesta sexta-feira, 30. Agora o Estado possui 43 mortes devido à doença transmitida pelo Aedes aegypti, desde o início de 2017. Os números de casos confirmados contabilizados neste ano, 44.644, já ultrapassaram as confirmações obtidas em todo o ano passado.
A maioria dos óbitos por chikungunya é do sexo masculino, com a confirmação de 24 até o momento. As idades das vítimas variam entre dez dias e 94 anos. Somente em Fortaleza, morreram 33 pessoas. As demais mortes ocorreram nos seguintes municípios: Acopiara (1), Beberibe (2), Caucaia (3) Maranguape (1), Morada Nova (1), Pacajus (1) e Senador Pompeu (1).
Atualmente, 177 dos 184 municípios cearenses registraram notificações de casos suspeitos da doença, enquanto 136 confirmaram casos. A Secretaria contabiliza 98 municípios com alta incidência de casos notificados por chikungunya.

Dengue - Em mais uma semana, a dengue não apresentou mudança no quadro de óbitos. No Ceará, foram registradas oito mortes até o momento em 2017, destas cinco são do sexo feminino. Conforme o boletim, as vítimas tinham entre 2 e 84 anos e eram residentes nos municípios de Fortaleza (4), Itapajé (1), Maracanaú (1), Paracuru (1) e Tabuleiro do Norte (1).
Foram confirmados ainda 72 casos de dengue com sinais de alarme (DCSA) ocorridos nos municípios de Abaiara, Alto Santo, Aracati, Brejo Santo, Caucaia, Chorozinho, Crato, Fortaleza, Guaiúba, Paracuru, Piquet Carneiro, Russas e Tabuleiro do Norte.
Desde o início do ano, foram confirmados 13.671 casos em 138 municípios. O boletim aponta que oito municípios apresentam alta incidência da doença: Alto Santo, Brejo Santo, Farias Brito, Iracema, Tabuleiro do Norte, Milagres, Fortaleza e Jaguaribara.

Zika - A doença possui 402 casos confirmados no Ceará, neste ano, de 2.523 notificações de casos suspeitos.
Do total de casos notificados, 891 foram em gestantes, sendo 38 confirmadas por critério laboratorial. Os municípios do Estado que confirmaram casos em gestantes foram: Brejo Santo, Caucaia, Icó, Independência, Fortaleza, Maracanaú, Horizonte, Crateús, Uruoca e Juazeiro do Norte.