Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Quatro são presos por suspeita de fraude em licitação em Saboeiro; dois estão foragidos



Quatro homens foram presos nesta quarta-feira (5),em uma operação contra corrupção em Saboeiro, no interior do Ceará. A operação Avalanche, que identificou fraudes em licitação no município, cumpriu seis mandados de prisão e 25 de busca e apreensão na Prefeitura de Saboeiro e em escritórios nas cidades de Tauá, Fortaleza e Quixadá.

O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Saboeiro, mas as ligações não foram atendidas.

O promotor de Justiça Hebert Gonçalves conversou com o G1 durante as buscas por dois homens que seguem foragidos. "Cumprimos quatro prisões de pessoas contra quem temos fortes indícios de participação no crime, mas dois seguem foragidos e esperamos capturá-los até o fim da tarde", disse.

O Ministério Público deve divulgar ainda nesta quarta informações relativas ao valor desviado pela quadrilha e detalhes de como era realizado o desvio de dinheiro.

Os nomes dos suspeitos não foram revelados, no entanto, o promotor antecipou que são vereadores, empresários e servidores municipais da secretaria de Finanças.

Além das fraudes em licitações, o grupo é suspeito de associação criminosa, falsificação de documento particular, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, organização criminosa e exclusão de dados no sistema informatizado.

Durante as investigações, a Polícia Civil encontrou uma arma de fogo na residência de um ex-presidente da Comissão de Licitação que não teve o nome revelado. Ele foi levado à Delegacia de Polícia e vai responder por posse ilegal de arma de fogo.

A operação foi realizada por promotores de Justiça e pela Polícia Civil, com mais de 100 policiais.


Fonte G1 Ceará

Ceará registra 106 casos de assassinatos de mulheres no primeiro semestre de 2017



Já passa de 100 o número de mulheres assassinadas no Ceará em 2017. Em junho, 22 foram mortas em todo o estado, com a maioria dos casos registrados no Interior, 10 assassinatos. Outros sete homicídios aconteceram na Capital e mais cinco em Municípios da Região de Fortaleza.

No acumulado do ano, o Ceará já registrou 106 casos de feminicídios.

Também foi maioria os casos dos assassinatos com armas de fogo. Das 22 mulheres assassinadas em junho, 19 foram vítimas de arma de fogo. Duas foram esfaqueadas e uma provavelmente estrangulada.

Muitos dos crimes tiveram ligação com o tráfico de drogas e outros por motivos ainda não identificados. Já os crimes passionais representaram menos de 20 por cento