Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Corintiano é estrangulado com a bandeira do time que enroscou na moto; veja o vídeo


post-feature-image

Cenas impressionantes foram registradas na cidade de Pirapora do Bom Jesus, no interior de São Paulo.

Um torcedor do Corinthians que estava comemorando o bom resultado do time de futebol quase foi morto estrangulado pela própria bandeira do timão.

O caso teria acontecido no último domingo, dia 2 de julho, após a vitória do time paulista em cima do Botafogo. Pelo menos é o que dizem as postagens em redes sociais que compartilharam o conteúdo.

O rapaz estaria comemorando o resultado do time do coração em sua motocicleta, segurando a bandeira do Timão, que aparentemente estava amarrada no pescoço, como uma espécie de capa.

Mas sem que ele percebesse, o tecido acabou enroscando na correia da moto, provocando um acidente.

O torcedor caiu e a moto continuou ligada, enrolando-se mais ainda na roda e na correia, e apertando mais ainda o pescoço do motociclista. Por questão de segundos ele não morreu na hora, estrangulado. Sua sorte foi que pedestres testemunharam o acidente e prontamente tentaram ajudar.

Todo o salvamento foi filmado por um dos populares.

O socorro contou com várias pessoas, que se mobilizaram em conseguir uma faca capaz de cortar o pano e liberar a passagem se ar. Aflitos, muitos jovens gritavam para que alguém pegasse o instrumento cortante. Outros tentavam iluminar o local com celulares, já que estava de noite e a rua tinha pouca iluminação.

Depois, enquanto uma pessoa tentava desesperadamente partir a bandeira com a faca, o homem fazia sinais de positivo com a mão de que estava consciente, mas que não conseguiria aguentar por mais tempo.

Os populares estavam tensos, com medo da faca cortar o pescoço. “Chamem a ambulância pelo amor de Deus”, grita uma testemunha, achando que não vais ser possível salvar o rapaz daquela maneira.

A vítima, cujo nome não foi divulgado, fica agonizando enquanto os outros se esforçam para fazer a faca rasgar a trama do tecido, o que finalmente acontece, para alívio geral. Não é possível, no entanto, ter certeza se ele sobreviveu depois dos momentos sem ar. Também não se sabe se o rapaz havia consumido algum tipo de bebida alcoólica.

.As cenas são fortes. Os quase dois minutos de agonia impressionaram muitos internautas nas redes sociais. E também geraram polêmica, em virtude de comentários irônicos por conta do time para o qual a vítima torcia.

Naquele dia o Corinthians havia vencido o Botafogo por 1 a 0, na pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time é líder do campeonato.
Créditos: Portal news365

VÍDEO MOSTRA MOMENTOS ANTES DA QUEDA DO HELICÓPTERO QUE MATOU NOIVA E OUTRAS 03 PESSOAS QUE IRIAM FAZER SURPRESA PARA NOIVO



Um vídeo encontrado pelo irmão da vítima quatro dias após o acidente do helicóptero irá ajudar a Polícia Civil e a Aeronáutica na investigação onde mostra o interior da aeronave segundos antes da fatalidade. O acidente ocorreu em dezembro de 2016 em São Lourenço da Serra (70 km de São Paulo). Na época do acidente a noiva iria fazer uma surpresa para o noivo que o aguardava no altar e chegar de helicóptero no casamento era o sonho de Rosemeire Nascimento da Silva. Morreram no acidente a noiva, seu irmão que aparece no vídeo ao seu lado, a fotógrafa que estava grávida de seis meses e o piloto. Com o vídeo divulgado hoje pelo G1, o perito Luís Lupoli, coronel reserva da Aeronáutica, avaliou os seguintes erros: o piloto errou quando decidiu seguir voo, pois o tempo fechou rapidamente com neblinas e nuvens e ele acabou se desorientando espacialmente. Outro ponto é que o registro do painel mostra que a aeronave virou várias vezes para a diagonal, curvando-se para os dois lados e perdendo a velocidade antes da queda. O perito conclui que o piloto não tinha conhecimento para operar o helicóptero em condições por instrumentos, pois realizou movimentos bruscos para tentar estabilizar a aeronave. Ainda segundo informações, esta aeronave só poderia ser utilizada para operações em condições visuais, em que o piloto usa referências visuais de solo, horizonte e tempo, e não apenas pelos instrumentos a bordo. O Centro de Investigação e Prevenção Aeronáuticos (CENIPA) ainda aguarda resultado de laudos para concluir sua investigação e o inquérito da Polícia Civil está sob sigilo de Justiça que também aguarda documentos e análises para ser finalizado.

Com informações do G1