Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 18 de julho de 2017

Alemã que gastou R$ 200 mil para ter pele negra diz que vai continuar transformação


Martina Big disse que está visitando Los Angelas 'pela primeira vez como mulher negra'
Martina Big disse que está visitando Los Angelas 'pela primeira vez como mulher negra' Foto: Reprodução Facebook
Extra
Uma modelo branca que gastou 50 mil libras em cirurgias plásticas compartilhou um vídeo numa rede social sobre sua primeira visita a Los Angeles, nos Estados Unidos, como "uma mulher negra".
A ex-aeromoça alemã Martina Big, de 28 anos, colocou grande quantidade de silicone e diz ter o maior par de seios na Europa. Ela também usou injeções de bronzeamento na pele, além de uma mesa de bronzeamento artificial própria para conseguir a cor que exibe agora. Segundo Martina, seu maior sonho era "ter a pele escura e ver até onde iam os limites para isso".
No vídeo, Martina está na frente do letreiro de Hollywood vestida com um biquíni com estampa de onça. "A última vez em que eu visitei o letreiro tinha cabelo loiro e pele branca... E agora eu sou uma mulher negra com cabelo africano", diz a modelo.
Martina Big diz ter os maiores peitos da Europa
Martina Big diz ter os maiores peitos da Europa Foto: Reprodução Facebook
Com mais de 1 mil compartilhamentos, o vídeo recebeu vários comentários negativos por causa da transformação feita pela modelo. Martina respondeu que vai continuar fazendo modificações no corpo até "sobrar apenas a pura mulher negra" dentro dela.
A modelo antes de mudar o tom de pele
A modelo antes de mudar o tom de pele Foto: Reprodução Facebook
"Eu não entendo muitos comentários. A minha transformação foi há 7 meses. Eu sou agora uma mulher negra de verdade e isso não muda nada. Por que vocês não podem aceitar isso? Posso sentir claramente que sou negra agora. Ainda existem algumas sutilezas, mas vou continuar minha transformação até sobrar apenas a pura mulher negra dentro de mim", escreveu.