Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

terça-feira, 8 de maio de 2018

Criança escreve bilhete desesperado para denunciar abusos do próprio pai

Um bilhete desesperado foi a forma que uma menina de 11 anos encontrou para denunciar abusos sexuais cometidos por seu próprio pai. O bilhete foi entregue a uma colega de escola, e levou à prisão do homem, suspeito de estuprar as três filhas menores, em Paulínia, interior de São Paulo.
“Eu sofro abuso do meu pai”, escreveu a criança a lápis, num pedaço de papel, juntando à frase o desenho um desenho indicando tristeza. O bilhete foi parar nas mãos do motorista da van escolar usada pela estudante, que o entregou à Polícia Civil. O vigilante José Maria Rodrigues Pinheiro, de 56 anos, pai da menina, foi preso na última sexta-feira (7).
Os detalhes do caso só foram revelados nesta segunda-feira pelo delegado Rodrigo Galazzo, depois que os exames confirmaram que a menina teve o hímen rompido. As outras duas filhas, de 10 e 12 anos, também denunciaram os abusos que vinham sendo praticados pelo pai há pelo menos um ano. Conforme o delegado, o homem admitiu que acariciava as filhas, mas negou ter consumado o estupro. Ainda segundo Galazzo, além do exame médico, os depoimentos das meninas, acompanhados pelo Conselho Tutelar, confirmam de forma categórica os abusos.
Segundo ele, a mãe das crianças desconhecia a situação, por isso continuará na guarda das menores, que serão acompanhadas pelo Conselho Tutelar. As meninas já estão tendo atendimento psicológico. Pinheiro teve a prisão temporária decretada por 30 dias, mas o delegado vai pedir a conversão em prisão preventiva. Ele foi levado para uma cadeia pública na região de Campinas. Até o início da noite desta segunda-feira, 7, o suspeito não tinha apresentado advogado para sua defesa.
Fonte: DOL

Réu tenta fugir dando um ‘salto mortal’ do segundo andar do tribunal; assista



Um homem tentou fugir durante seu julgamento, na cidade de Spanish Fork, em Utah, Estados Unidos. 
O inusitado é que ele tentou pular do segundo andar do prédio pro térreo dando um ‘salto mortal’. Segundo o canal Fox 6 News, Christopher Clay Rudd, 35, estava esperando a vez de falar com o juiz para explicar porque abandonou a reabilitação ordenada pela justiça. Ele foi preso no dia 26 de abril acusado de roubo, posse de arma e relacionamento com entorpecentes. A cena foi flagrada pelo circuito de monitoramento interno do prédio. 
Nas imagens, Rudd sai correndo da sala de audiência. Quando chega próximo a um parapeito, ele dá um salto mortal e pula para o andar inferior. Para o azar do “fujão”, ele cai de mal jeito e se machuca. 
Um guarda que estava no térreo ainda tenta segurá-lo, mas sem sucesso. Ele teve traumatismo craniano, fraturou uma perna e a pélvis. 


 R7